Artigos

13/05/2016

A utilização das práticas colaborativas pode fazer a diferença

Fazer uma gestão efetiva de projetos significa maior agilidade, mais dinâmica e prontidão. No caso do futebol, falamos de sócios, torcedores, patrocinadores, atletas, mas não podemos esquecer também de associações de classe e, porque não, da comunidade do entorno.

No meu último texto falando sobre Governança (leia abaixo), comentei sobre a necessidade de uma entidade norteadora e reguladora para dar suporte a todo o processo do Profut.

Pois bem, foi criada a Autoridade Pública de Governança do Futebol – APFUT decreto 8.642 para o fim de regulação e controle.

Mas creio que além da regulação, o ponto mais importante seria a capacidade de conduzir, ou seja, capacitar em boas práticas, para que o resultado seja rápido, simples e padronizado, o que me parece não é o foco principal do órgão criado.

Com esta necessidade batendo as portas das entidades de práticas desportivas, inclusive as federações, urge a necessidade de serem criados vários projetos de adequação e desenvolvimento, e como dito no meu texto anterior, fica cada vez mais claro a necessidade de se controlar estas iniciativas através de projetos.

Para os dirigentes e administradores dos clubes, vejo que é fundamental não só participar do processo e conhecer as características em uma visão macro de todos os projetos, mas inclusive poder priorizá-los e aprová-los.

Por esse motivo creio que seja importante enfatizar uma das fases do ciclo de vida do projeto, qual seja a iniciação e definição do escopo. A elaboração e iniciação de um projeto é a fase de levantar e organizar informações sobre a iniciativa, consolidar os envolvidos, validar entendimentos de escopo, custo, qualidade, riscos e prazo.

Nesta fase, e anteriormente no Planejamento Estratégico, é possível e recomendável utilizar metodologias e métodos “colaborativos”, como o Design Thinking, o SWOT, o IDM, CANVAS, SMART e outras, para que um novo olhar seja utilizado para endereçar problemas complexos. Usar as ferramentas “Colaborativas” é uma maneira de não só envolver e discutir o problema, mas, principalmente, a participação na solução de todos os envolvidos. Conectividade.

O produto a ser concebido nesta Fase é chamado de TAP ou Termo de Abertura do projeto, onde são especificados, dentre outros, a situação atual e a justifica para o projeto, os objetivos e critérios de sucesso, as principais entregas e prazos, partes interessadas, restrições, premissas, risco e orçamento.

Percebam que a sugestão se adequa para os dirigentes e tomadores de decisão a estarem capacitados somente neste contexto, o que reduz consideravelmente o tempo, todo o restante do ciclo de vida do projeto ou a sua Gestão poderia e deveria ser levado adiante por profissionais com o perfil adequado de gerenciamento.

Na minha opinião creio que exista uma grande oportunidade na qualificação e transferência de conhecimento para a formação de conteúdos sobre medida para as necessidades destas entidades.

APFUT – http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Decreto/D8642.htm
IDM – http://pt.slideshare.net/criaviva/resumo-da-metodologia-idm-innovation-decision-mapping
Meu texto da Governança – http://universidadedofutebol.com.br/governanca-corporativa-a-proxima-fronteira/
CANVAS – https://pt.wikipedia.org/wiki/Business_Model_Canvas
Design Thinking – https://pt.wikipedia.org/wiki/Design_thinking
Meu texto de SWOT – http://universidadedofutebol.com.br/pensar-antes-de-agir/
SMART – http://ogerente.com/congestionado/2007/02/27/objetivos/

Comentários

Deixe uma resposta

Sobre a Universidade do Futebol

A Universidade do Futebol é uma instituição criada em 2003 que estuda, pesquisa, produz, divulga e propõe mudanças nas diferentes áreas e setores relacionados ao universo do futebol, enquanto atividade econômica e importante manifestação de nosso patrimônio cultural, nas dimensões socioeducativas e no alto rendimento, e que conquistou o reconhecimento e credibilidade da comunidade do futebol.

Posts Recentes

Cursos em Destaque

© 2016 Universidade do Futebol. Todos os direitos reservados.