Colunas

07/03/2017

FC Porto – tão bom quanto o vinho

O clube dominou o futebol português nas últimas três décadas

Na semana passada, escrevi sobre a força da marca Benfica, que extrapolou as fronteiras de Portugal com as suas conquistas, em homenagem ao aniversário do clube. O texto da coluna de hoje e da próxima semana serão sobre os outros dois principais clubes do país, o Futebol Clube do Porto e o Sporting Clube de Portugal. Juntos, os Três Grandes, como são chamados, dominam o futebol português e construíram a imagem do país mundo afora.

O FC Porto é o principal clube do Norte de Portugal e pertence a uma das cidades mais bonitas da Europa, eleita por alguns anos como o melhor destino do continente e conhecida mundialmente pelo vinho que leva o seu nome produzido às margens do Rio Douro.

Dentro das quatro linhas, o FC Porto dominou o futebol português nas últimas três décadas. Durante os últimos 30 campeonatos portugueses, terminou como campeão em 18 temporadas, o dobro do seu grande rival Benfica. Além disso, conquistou as suas maiores glórias nesse período, ao ser duas vezes campeão da UEFA Champions League e duas vezes da Liga Europa da UEFA, além das duas Taças Intercontinentais conquistadas no Japão. São feitos enormes para o momento atual do futebol mundial, onde rivalizar com os bilionários ingleses, alemães, espanhóis, franceses e italianos torna-se cada vez mais difícil.

Apesar de ter uma população relativamente pequena para uma grande cidade, com 1,7 milhões de habitantes em sua área metropolitana, o FC Porto possui cerca de 3 milhões de torcedores, pois extrapola a sua região e conquista corações por todo o país e também em outros territórios.

Mesmo com uma torcida menor em comparação ao Benfica, o FC Porto é o clube português com maior número de seguidores nas redes sociais, com mais de 5,5 milhões na soma do Facebook + Twitter + Instagram. Somente no Facebook, são 4 milhões de seguidores, contra 3,5 milhões do Benfica e 2,5 milhões do Sporting. É interessante entender que esse predomínio de seguidores do clube ocorre fora de Portugal, liderando em regiões como Europa, Ásia, África, América do Norte e América do Sul, inclusive aqui no Brasil. O Porto é, portanto, a grande referência das navegações virtuais portuguesas nos dias atuais.

Um outro fator relevante sobre o potencial de marca do FC Porto está no sucesso obtido com a transferência de jogadores. A política de comprar jogadores por valores baixos prioritariamente em mercados sul-americanos e depois vender por cifras astronômicas para gigantes europeus tem sido uma prática recorrente desde o início do século. Nesse período, calcula-se que o clube já tenha negociado mais de €600 milhões em jogadores, sendo que metade desse valor envolve jogadores brasileiros.

Slider-Site(1)

A rivalidade entre Lisboa e Porto pode ser comparada, com as devidas ressalvas, ao que ocorre na Espanha entre Madrid e Barcelona. É só conversar com algum nativo dessas cidades para ver as “vantagens” e “desvantagens” contadas por cada lado. E, obviamente, o futebol acirra e alimenta essa disputa. Ano após ano, um busca ser melhor do que o outro e o reflexo disso está no respeito que os clubes portugueses conquistaram por toda a Europa.

Comentários

Deixe uma resposta

Sobre a Universidade do Futebol

A Universidade do Futebol é uma instituição criada em 2003 que estuda, pesquisa, produz, divulga e propõe mudanças nas diferentes áreas e setores relacionados ao universo do futebol, enquanto atividade econômica e importante manifestação de nosso patrimônio cultural, nas dimensões socioeducativas e no alto rendimento, e que conquistou o reconhecimento e credibilidade da comunidade do futebol.

Posts Recentes

Cursos em Destaque

© 2016 Universidade do Futebol. Todos os direitos reservados.