Gepeef

24/02/2015

Projeção do elenco das oito seleções mais bem classificadas na Copa do Mundo de 2014 para Copa do Mundo de 2018 a partir da idade dos jogadores

Introdução

O desempenho esportivo é muito influenciado pela idade dos atletas. Na maioria das modalidades o auge é obtido entre 25 e 30 anos e a aposentadoria por volta dos 35 anos. No futebol o comportamento é semelhante ao da maioria das modalidades. A partir desse fato, pode ser possível projetar o desempenho futuro de uma equipe através do perfil de idade dos jogadores.
 

Objetivo

O objetivo deste trabalho é de projetar o desempenho das oito melhores equipes da copa de 2014 para a copa do mundo de 2018 através da análise da idade dos jogadores.

Metodologia

A amostra do trabalho foi composta pelos 23 jogadores das oito melhores equipes da copa de 2014 (184 atletas): Alemanha, Argentina, Holanda, Brasil, Colômbia, França, Bélgica e Costa Rica. Dentro da amostra foram realizadas duas análises com cada equipe: perfil geral do elenco e análise da idade dos principais jogadores.

A principal variável de análise do trabalho foi a idade dos jogadores projetada para o ano de 2018. Foram criadas quatro classes para divisão das idades:

1- menor de 25 anos (1994 para baixo); 2- entre 25 e 29 anos (1993 até 1989); 3- entre 30 e 34 anos (1988 até 1984); 4- acima de 35 anos (1983 em diante). A categoria 1 representa o período que antecede o auge de desempenho, a categoria 2 representa o período auge dos atletas, a categoria 3 representa o início do declínio e a categoria 4 representa o período com maior tendência para declínio de desempenho (idade perto da aposentadoria).

Resultados e discussão  

Tabela1: Perfil da projeção da idade dos jogadores para o ano de 2018. As idades estão agrupadas em quatro categorias.


 

Alemanha

A tabela 1 mostra que de todo o elenco somente três jogadores provavelmente não poderão atuar na próxima Copa do Mundo. O problema é que dois destes três jogadores tem bastante importância para a Equipe, pois são o Philipp Lahm (capitão da equipe) e Miroslav Klose (único centro avante). Além disso, a maioria dos jogadores titulares vai ter mais de 30 anos em 2018, o que provavelmente vai ocasionar queda de desempenho deles.

Os aspectos positivos são que dois dos principais jogadores vão continuar no auge da idade (Toni Kroos e Thomas Muller) e que além deles, o elenco possui alguns jogadores que vão estar no auge da idade na próxima copa do mundo e devem ganhar espaço na equipe titular, como Mario Gotze, André Schürrle, Julian Draxler, Christoph Kramer e Shkodran Mustafi. Assim parece que o elenco alemão vai sofrer bastante reformulação na equipe titular, mas vai continuar forte.

Argentina

A tabela 1 mostra que de todo elenco seis jogadores vão atingir idade bem avançada para a copa de 2018, mas somente um jogador foi protagonista na equipe titular, Martin Demichelis. O problema é que na equipe titular os principais jogadores vão estar com mais de trinta anos e possivelmente vão apresentar queda de rendimento. Dentre eles estão Leonel Messi, Ángel Di Maria, Javier Mascherano, Gonzalo Higuain, Fernando Gago, Kum Agüero, Ezequiel Lavezzi e Ezequiel Garay. Outro problema encontrado é que apenas dois atletas vão estar na idade do auge da carreira: Marcos Rojo e Fede Fernandez.

Estes dados mostram que a Argentina terá grande tendência de queda de rendimento na próxima copa do mundo a não ser que se utilize de outros jogadores que não estão presentes neste elenco.

Holanda

A tabela 1 mostra que cinco jogadores do elenco vão estar com idade muito avançada. Destes, dois atletas apresentam muita importância para a equipe: Robin van Persie (principal centro avante) e Dirk Kuyt. Além disso, apesar de somente sete jogadores do elenco terem mais de trinta anos na próxima copa, dois deles são fundamentais para equipe: Wesley Sneijder (o principal armador) e Arjen Robben (o principal jogador). Por esta razão, apesar de ter muitos jogadores que vão estar no auge (nove na idade do auge e dois com idades inferiores) na equipe titular e no elenco, o desempenho na próxima copa pode ser bastante prejudicado, pois as peças principais vão estar bastante envelhecidas.

Brasil

A tabela 1 mostra que muitos jogadores (oito) vão estar com idade muito avançada. Destes, é interessante destacar que estão os dois laterais direitos (Daniel Alves e Maicon) e os três Goleiros (Julio César, Jefferson e Victor) este fato demonstra que muito provavelmente o Brasil será obrigado a selecionar novos jogadores para estas posições. Além disso, a maioria dos jogadores titulares vai estar com mais de trinta anos, como Marcelo, David Luiz, Thiago silva, Fernandinho, Paulinho, Ramires, Luiz Gustavo e Hulk.

O aspecto positivo é que o principal jogador da equipe, Neymar e o Oscar vão estar no auge. Assim é possível que o desempenho da equipe melhore somente pelo aumento de desempenho deles, mas muito provavelmente a equipe irá sofrer grande reformulação o que dificulta a predição de desempenho.

Colômbia

A tabela 1 mostra que apenas dois jogadores vão estar com idade avançada para disputar a copa de 2018, mas um deles é o zagueiro e capitão Mario Yepes, jogador que exerce grande liderança sobre o grupo. Outro problema é que grande parte dos jogadores titulares vão estar com mais de 30 anos, esta lista inclui o zagueiro Zapata, os laterais Armero e Zuniga, os meias Juan Quadrado, Carlos Sánchez, Fredy Guarin e Alexander Mejia e os atacantes Teófilo Guitiérrez, Jackson Martinez e Adrián Ramos. A boa notícia é que o principal jogador da equipe James Rodrigues vai estar no auge.

Além dele, alguns jovens jogadores do elenco como Juan Quintero, Santiago Arias e Victor Ibarbo devem ganhar espaço na equipe principal. Por esta razão a equipe da Colômbia pode conseguir manter o mesmo nível de desempenho apresentado na última edição do mundial.
 

França

A tabela 1 mostra que apenas três jogadores vão estar com idade avançada para disputar a copa de 2018, destes, apenas o lateral Patrice Evra foi titular da equipe. Do resto dos titulares a França apresenta uma boa mescla de jovens jogadores que vão estar no auge (como Raphaël Varane, Mamadou Sakho, Moussa Sissoko, Paul Pogba e Antonie Grizmann) com jogadores que vão estar com mais de 30 anos (como Mathieu Debuchy, Yohan Cabaye, Blaise Matuidi, Mathieu Valbuena, Olivier Giroud e Karim Benzema). Esta mescla pode dar indícios que a equipe francesa possa manter ou até mesmo elevar o desempenho para próxima edição do mundial.

Bélgica

A tabela 1 mostra que apenas um jogador vai estar com idade avançada para disputar o mundial de 2018, ele é o zagueiro titular Van Buyten. O resto da equipe titular, assim como a França, apresenta uma boa mescla de jovens jogadores que vão estar no auge, incluindo o principal jogador da equipe Eden Hazard (além dele também estão na lista Divock Origi, Romelu Lukaku, Kevin De Bruyne, Alex Witsel e Toby Alderweireld) com jogadores que vão estar com mais de 30 anos (como Vincent Kompany, Jan Verthoghen, Marouane Fellaine, Kevin Mirallas e Dries Mertens).

Além disso, no elenco ainda estão disponíveis dois jovens jogadores que podem ganhar espaço, Nacer Chadli e Adnan Januzaj. Por esta razão a seleção belga apresenta uma tendência muito boa de manter uma equipe forte para a próxima edição da copa podendo aprimorar o desempenho apresentado.
 

Costa Rica

A tabela 1 mostra que seis jogadores do elenco vão estar com idade avançada para disputa do mundial, dentre eles estão o defensor titular Júnior Díaz e o atacante Randall Brenes que entrou com frequência na equipe no segundo tempo. Além deles, a maioria dos 10 jogadores com mais de 30 anos pertencem à equipe titular, incluindo Bryan Ruiz (um dos principais jogadores da equipe), as exceções estão nos jogadores Cristian Gamboa, Yeltsin Tejeda e Joel Campbell. A boa notícia é que Joel Campbell, um dos principais jogadores da equipe junto com Brian Ruiz, vai estar no auge daqui a quatro anos e pode ter seu rendimento individual bem aprimorado.

Além dele, Marco Ureña também pode ganhar espaço na equipe. De modo geral parece que a equipe da Costa Rica vai estar um pouco envelhecida para a próxima edição do mundial, isto pode obrigar grande reformulação do elenco para manter o nível de desempenho para próxima edição e dificultar a manutenção do desempenho.
 

Conclusão

Apesar da idade dos jogadores ser um bom indicador para predição de desempenho das equipes não podemos esquecer que individualmente alguns atletas conseguem perder menos desempenho com o passar do tempo. Além disso, dentro de um período de quatro anos é muito comum surgirem novos jogadores de talento que possam compor o elenco das seleções as fazendo manterem ou até mesmo aprimorarem o nível de desempenho. Por estas razões a análise deste trabalho da apenas um indício do que pode acontecer na próxima edição do mundial com estas seleções.

Comentários

Deixe uma resposta

Sobre a Universidade do Futebol

A Universidade do Futebol é uma instituição criada em 2003 que estuda, pesquisa, produz, divulga e propõe mudanças nas diferentes áreas e setores relacionados ao universo do futebol, enquanto atividade econômica e importante manifestação de nosso patrimônio cultural, nas dimensões socioeducativas e no alto rendimento, e que conquistou o reconhecimento e credibilidade da comunidade do futebol.

Posts Recentes

Cursos em Destaque

© 2016 Universidade do Futebol. Todos os direitos reservados.