UdoF na Mídia

22/04/2017

Universidade do Futebol dá o pontapé inicial no Continente Asiático

Universidade do Futebol será lançada na China nesta segunda-feira, dia 24 de abril.

Em parceria com a Universidade do Esporte de Pequim e o Anka Sports Group, a Universidade do Futebol inicia seus trabalhos na China com os primeiros cursos e programas em mandarim. O foco das atividades iniciais é a propagação do futebol com fins educativos e, com isso deixar o legado das práticas inclusivas que, além do bom ensino dos fundamentos da modalidade (técnica, tática, inteligência coletiva de jogo etc.), transmitem valores de bem.

A instituição brasileira, criada em 2003, é especializada em processos de aprendizagem e disseminação do conhecimento do futebol, a serviço do desenvolvimento integral de profissionais que trabalham com o esporte e de quem pretende trabalhar nessa área, bem como de todos aqueles que querem entender o futebol em todas as suas dimensões.

A Universidade do Futebol vem transformando o futebol através do conhecimento e busca ser referência mundial em estudos, pesquisas, práticas de qualificação profissional e excelência no futebol, dentro de suas dimensões: educacional, de lazer, da saúde, do entretenimento e do alto rendimento. Contribui, assim, para o desenvolvimento do esporte, considerando-o como um privilegiado agente de transformação social.

O Governo Chinês vem realizando investimentos significativos para sedimentar a cultura futebolística no país e tem um plano ousado para os próximos anos: participar, sediar e ganhar uma Copa do Mundo. Para isso, continuará investindo para que o futebol seja praticado por uma ampla base de praticantes para chegar aos 8MI de jogadores, com a renovação de talentos que abasteçam o selecionado Chinês.

O prof. João Batista Freire, coordenador pedagógico da Universidade do Futebol, um dos integrantes da delegação na Ásia, faz uma reflexão importante sobre o trabalho que será realizado pela instituição na China:

“O futebol, se for oferecido nas escolas como mais uma tarefa da rotina escolar, pode causar profundo desinteresse e ser evitado pelas crianças. Porém, se pudermos fazer do futebol uma brincadeira divertida, é bem possível que as crianças queiram brincar com o futebol. Brincando com ele, interessando-se por ele, certamente prestarão atenção suficiente para aprender qualquer coisa através do futebol, inclusive o próprio esporte! Uma proposta metodológica com propósito que dê sentido para a criança gostar e jogar futebol. O Futebol é um ótimo pretexto pra a criança aprender muitas coisas.”

O prof. João Paulo Medina, presidente da Universidade do Futebol, realça que, há pelo menos uma década a instituição se dedica aos estudos e pesquisas que guiaram a Universidade do Futebol no desenvolvimento de uma metodologia específica do futebol brasileiro. “Resgatar e preservar os aspectos lúdicos, artísticos e criativos (habilidade criativa) do JEITO BRASILEIRO DE JOGAR é uma das preocupações essenciais do projeto pedagógico e metodológico da Universidade do Futebol que será levado à China”- complementa o prof. Medina.

A Cerimônia de assinatura da parceria com as instituições chinesas acontece nesta segunda-feira, dia 24, na Universidade do Esporte de Pequim. Estarão presentes autoridades e representantes do Ministério da Educação, da Federação Chinesa de Futebol, do Grupo Anka, especialistas da área esportiva e o Reitor da Universidade do Esporte de Pequim.

Comentários

Deixe uma resposta