Conteúdo de uma valise médica

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Em qualquer modalidade esportiva, inclusive o futebol, as contusões são fatos rotineiros durante uma competição. Por isso, o médico da equipe deve estar preparado para qualquer tipo de ocorrência que possa ser prevista num jogo de futebol, independentemente de sua gravidade.

Para ajudar no tratamento de problemas clínicos durante uma viagem e lesões ocorridas no campo, é importante que o médico tenha em seu poder uma valise médica contendo os principais componentes para que o atendimento de emergência possa ser realizado da melhor maneira possível.

Sabemos que no Brasil a presença de médicos em treinos e jogos é algo rotineiro, onde cada um possui a sua própria maneira de conduzir as intervenções junto aos atletas.

Porém, acreditamos ser válido apresentarmos o que os professores norte-americanos Marc R. Safran e George C. Fareed, sugerem o que deve conter numa valise médica.

Valise do médico: tornozeleira – órtese para tornozelo, álcool e Betadine (povidonaíodo),em chumaços, faixas – elásticas, bandagens – tiras plásticas, pilhas, lâmpadas, Benzoína, protetores para bolhas (em material apropriado), aparelho de pressão arterial, aplicadores tipo cotonete, kit dental, Solução de Hank com recipiente, talas para dedos da mão, talas de alumínio pré-formadas – com larguras e comprimentos diferentes, espuma de borracha, pinças diversas, compressas de gaze, Gelfoam, luvas (para exame estéril e não-estéril), hemostáticas, pinças, Peróxido de hidrogênio, gelo, bolsas de gelo, kit de irrigação, fita métrica, corta-unhas, kit de tamponamento nasal, almofadas estéreis não aderentes (Tefla), bloco de notas/ditafone, otoscópio/oftalmoscópio (com pilhas de reserva), caneta/lápis, lanterna-lapiseira, vaselina, aparelho de barbear (gilete), receituário, material para uso no pré-enfaixamento, martelo para teste de reflexo, lâminas de bisturi (calibres 10, 11, 15), tesouras, escovas de lavagem das mãos, tipóias, talas, água estéril, Steri-strips (tiras para verificação de esterilidade), estetoscópio, supercola, kit de sutura (absorvível e não-absorvível – 4-0, 5-0, 6-0), canivete suíço, seringas (3 e 5 cm3) e agulhas (1″ e 1,5″, calibres 20, 22, 25 e 27), faixas (tecido, Micropore, Elastoplast), fita métrica, termômetro (oral e retal), abaixadores de língua, pinça de campo, tubos, porta-tubos e agulhas Vacutainer.

Além dos itens acima citados, a lista contempla (não na valise médica, mas para ter à disposição) um kit ocular, equipamentos de RCP e medicamentos como analgésicos, antibióticos, agentes antiinflamatórios, medicamentos cardíacos, dermatológicos, creme protetor solar, medicamentos óculo-otorrinolaringológicos, gastrointestinais, além de diversos outros itens como Albuterol (inalador), aminofilina, kit de anafilaxia, anti-histamínicos, Diazepam injetável, insulina regular humana, Lidocaína, entre vários outros.

Equipamentos de campo: talas pneumáticas, cobertores, cortadores de parafusos/pinos, colar cervical (rígido), muletas, sacos de areia, chave de fenda (para capacete), prancha de imobilização da coluna vertebral, maca.

Equipamento de RCP: tubo de via aérea/endotraqueal, seringa com bulbo de sucção, monitor cardíaco/desfibrilador, carrinho de emergência (para RCP) com medicamentos cardíacos e abafiláticos, obturador esofagiano, equipamentos intravenosos, laringoscópio, oxigênio oral e nasal com máscara.

Bibliografia

Marc R. Safran, Douglas B. McKeag & Steven P.Van Camp. Manual de Medicina Esportiva. Editora Manole, 2002.

+ posts

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Mais conteúdo valioso

PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com