Categorias
Conteúdo Udof>Biblioteca

Torcedor fan

Com imagens sensacionais que exprimem muito bem as diversas emoções sentidas pelos torcedores quando estão vendo o seu time do coração jogar. Desde instantes de euforia incontrolável até a eternidade das lágrimas por conta de uma derrota.

Sete dos grandes fotógrafos caminharam pelos principais estádios de futebol brasileiros para capturar as expressões mais marcantes dos personagens praticamente invisíveis, mas de extrema importância.

Além disso, a edição bilíngue conta com textos do já premiado escritor brasileiro Luis Fernando Veríssimo e da jovem Carola Saavedra.

Categorias
Conteúdo Udof>Biblioteca

Novo dicionário de futebol

A obra aborda as diversas expressões e palavras utilizadas especificamente para que as pessoas envolvidas com o futebol possam se comunicar em tom informal. O livro traz o que cada uma dessas gírias significam.

Carlos Alberto de Lima, autor do dicionário, foi ex-companheiro de Zico nas divisões de base do Flamengo e que reuniu nesta obra cerca de 2 mil verbetes que ajudam a entender as conversas do mundo da bola.

Para as pessoas que estão iniciando o contato com boleiros é bastante interessante ter esse dicionário sempre por perto para que se consiga interagir sem nenhum tipo de problema.

Categorias
Conteúdo Udof>Biblioteca

A memória da Copa de 70

Baseados em teorias já firmadas, em pesquisas de fontes e documentação original,além de depoimentos de nomes relevantes (Lamartine, Zagallo, Gérson e Parreira) no processo que resultou na conquista da Copa do Mundo de 1970, o livro demonstra que esse resultado seria improvável sem o conhecimento científico desenvolvido no Brasil por brasileiros que viriam, a partir de então, influenciar o futebol mundial e conferir notoriedade profissional aos jogadores e à equipe de preparadores. 

Na obra, o futebol é visto como elemento-chave na constituição de uma identidade particular do Brasil no contexto das nações. A obra de Marco Antonio Santoro Salvador e Antonio Jorge Gonçalves Soares põe à prova o legado construído de que os nossos jogadores são tão geniais por natureza que seria desnecessário o saber científico. 

Em um país como o Brasil em que a identificação com o futebol e a importância social que isso tem, em que as discussões sobre a modalidade são regadas de emoção e paixão, a introdução da ciência é algo complicado, mas que é demonstrada no livro.

 

Sobre os autores

Marco Antonio Santoro Salvador é doutor em Educação Física (UGF). especialista em Docência Superior (UNIRIO) e Educação Física Escolar (UFF). Graduado em Licenciatura Plena em Educação Física (UFRRJ). Professor-adjunto da Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ no Instituto Multidisciplinar de Formação Humana com Tecnologias (IFHT), atuando na educação presencial e na EAD

Antonio Jorge Gonçalves Soares é professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro e pesquisador da Faperj/CNPQ