A bela campanha do Atlético de Madrid na Champions League

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O futebol diante de toda sua possibilidade torna-se um esporte diferente e cheio de emoções pelo fato de muitas vezes nos surpreender, pois diferente de qualquer outra modalidade esportiva nem sempre a melhor equipe vence. Isso se dá por ser um esporte jogado com os pés, no qual o grau de dificuldade aumenta de acordo com o seu objetivo proposto (fazer gol e não tomar), ao contrário de outras modalidades disputadas com as mãos.
Desse modo, salientamos a grande campanha do Atlético de Madrid na Champions League temporada 2015/2016, pois na sua capacidade de jogo conseguiu derrubar grandes equipes do futebol mundial, tais como Barcelona e Bayern de Munique. Com isso, podemos discutir a maneira com que o Atlético enfrentou os times supracitados e entre outras de forma bastante consistente e sólida em sua estratégia de jogo.
Para conseguir sucesso nas estratégias demandadas pelo jogo de futebol, é necessário ter um direcionamento consciente e fundamental da equipe em que se dirige e do adversário. Mourinho (2006) define que o mais importante em uma equipe de futebol é ter um modelo de jogo, um conjunto de princípios que deem organização à equipe. Sendo assim, essa análise define um padrão de jogo a que se vai aplicar tanto nas ações ofensivas e defensivas quanto nas suas transições (ofensivas e defensivas), ou seja, estruturar uma condição tática em que o perfil dos atletas e da equipe se encaixe numa determinada ordem à equipe adversária.
Não obstante, destaca-se a defesa do Atlético de Madrid como meio para obter o vice-campeonato da Champions League, onde em muitos momentos da partida assumiu o controle sobre as demandas do jogo, especialmente com grandes equipes mundiais, dominando a partida mesmo sem a posse da bola. Controlar o jogo sem a posse de bola se caracteriza como uma estratégia extremamente complexa, destaca Eduardo Batista em seu artigo publicado na Universidade do Futebol sobre estratégias defensivas. Cada treinador direciona o treino para o desenvolvimento de uma determinada organização defensiva, que entende como a mais eficaz para a sua equipe.
Para ler o artigo na íntegra, basta clicar aqui

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso