Universidade do Futebol

Artigos

03/03/2009

A função do massagista na comissão técnica

O massagista é um especialista que concentra sua ação nas massagens e tem a responsabilidade de dar as primeiras assistências aos atletas nos locais de treinamentos e jogos. Seu principal trabalho para com o atleta é acelerar o processo de recuperação, reduzir a fadiga e as tensões musculares e articulares.

Ele oferece assistência permanente aos médicos. Entre suas funções, está administrar e controlar a ingestão de medicamentos por parte dos jogadores, sempre orientado pelos especialistas em questão. É importante que tenha conhecimentos sobre os procedimentos básicos de primeiros socorros em atividades esportivas

O massagista deve ainda ter uma atuação dinâmica e rápida e, ao mesmo tempo, colocar em prática, com serenidade, as necessárias medidas de suporte da preparação física para a prevenção de contusões.

Na prática do futebol, a contusão é uma das situações que ocorrem em campos e treinos. Por conta disso, a atuação do massagista é fundamental para aliviar a dor e reduzir ao mínino os hematomas e componentes inflamatórios. Os casos de atendimento mais habituais são as lesões, feridas, fraturas e luxações.

Em alguns clubes, dependendo da qualificação profissional, massagistas também podem atuar na área da quiropraxia. No que tange a prevenção de lesões e mecanismos para favorecer a relaxação muscular, utiliza os efeitos terapêuticos da massagem convencional.

Bibliografia

CARRAVETTA, Elio. O Jogador de Futebol. Editora Mercado Aberto, 2001.

Comentários

Deixe uma resposta