Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O Vasco da Gama foi fundado em 21 de agosto de 1898 e o remo era o seu principal esporte. O futebol somente entraria em cena no ano de 1922 e, de cara, venceu a segunda divisão do Campeonato Carioca.

Nos campeonatos seguintes, de 1923/24, novamente o clube de origem lusitana triunfou, sagrando-se bicampeão estadual, utilizando em seu elenco jogadores pobres, negros e mulatos, fato inédito para a época em que o futebol era um esporte de elite.

De lá para cá o clube não parou de crescer. Em 27 de abril de 1927, o clube inaugurou o estádio de São Januário, na época o maior do país, com capacidade para 40 mil pessoas.

Em 1933, foi responsável pela profissionalização do futebol, pois já mantinha há alguns anos boa parte dos jogadores sob contrato. Isto provocou um racha e o futebol carioca foi obrigado a conviver com duas federações, fato que durou até 1936.

Expresso da Vitória

Um time inesquecível, que merece um capítulo à parte em sua história, foi formado em 1945 e ficou conhecido como “Expresso da Vitória – campeão estadual invicto. O time-base era formado por Rodrigues; Augusto e Rafanelli; Berascochea, Eli e Argemiro; Djalma, Ademir Menezes, Lelé, Isaías (Jair Rosa Pinto) e Chico. Técnico: Ondino Vieira. Foram 18 jogos, com 13 vitórias e cinco empates e 58 gols assinados (Lelé foi o artilheiro, com 13 gols). Os títulos cariocas de 1947 e 1949 também foram conquistados sem derrotas.

Em 1948 o clube de São Januário venceria o Campeonato Sul-Americano, realizado no Chile e que era o primeiro título internacional do futebol brasileiro. Mas o melhor Expresso da Vitória, para muita gente, é o de 1949: Barbosa, Augusto e Sampaio (Wilson); Eli, Danilo e Jorge; Nestor, Maneca (Ipojucan), Heleno de Freitas, Ademir Menezes e Chico. Obteve 18 vitórias e dois empates em 20 partidas.

Depois de um período com pouco brilho, o Vasco conseguiu um título importante ao ganhar o Campeonato Brasileiro de 1974, mas foi somente nos anos 80, com o aparecimento de Roberto Dinamite, que o clube voltou a conquistar títulos nos campeonatos estadual e brasileiro.

O ano de 1985 marcou a estréia de Romário no Vasco e no futebol profissional. Antes de se transferir para o PSV da Holanda deixou dois títulos cariocas. Regressou no fim de 1999 e participou de importantes conquistas. Mesmo sem o “Baixinho” o Vasco sagrou-se tricampeão carioca em 1992/93/94 e ainda venceu o terceiro título brasileiro, em 1997. No ano seguinte, quando completou 100 anos, foi campeão da Copa Libertadores da América e, em 2000 conquistou o tetra nacional.

Títulos

Campeonato Carioca: 22 vezes campeão – 1923/24, 29, 34, 36, 45, 47, 49/50, 52, 56, 58, 70, 77, 82, 87/88, 92/93/94, 98 e 2003.
Torneio Rio-SP: 3 vezes campeão – 1958, 66, 99.
Campeonato Brasileiro: 4 vezes campeão – 1974, 89, 97, 2000.
Campeonatos Internaconais: campeão sul-americano (1948), campeão da Copa Libertadores da América (1998), Copa Mercosul (2000).

Bibliografia

Marcelo Migueres e Celso Unzelte. Grandes Clubes Brasileiros. Editora Viana & Mosley, 2004.
Roberto Assaf e Clóvis Martins. Campeonato Carioca: 96 Anos de História (1902-1997). Editora Irradiação Cultural, 1997.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso