Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O futebol vem evoluindo, isso é inegável. Hoje , vemos a evolução desde pesquisas cientificas até simples discussões de torcedores comuns que estão se tornando cada vez mais complexas procurando entender cada vez mais o jogo e suas táticas (4-2-3-1, 3-5-2, 4-3-3…).

Apesar de todo esse desenvolvimento, vejo que muitos clubes e profissionais ignoram um importante conceito nos seus trabalhos: a tática individual, que nada mais é do que o entendimento da função em determinada posição do jogador no campo desde a forma de se movimentar (um zagueiro, por exemplo, realiza diferentes movimentações em relação ao meia), até o momento e a forma da execução do ato/gesto técnico (maneira como o atleta daquela função age nas situações que o jogo o propõe, e a maneira como executa o fundamento na partida).

Apesar de parecer simples, a tática individual é um conceito extremamente importante para o desenvolvimento do jogo e do atleta naquela função.

Atualmente, são raros os laterais que conseguem executar sua função na posição por inteiro (marcar e atacar como um lateral), muito porque na base não ensinaram o atleta a maneira correta de agir naquela função, o que faz com que atletas cheguem ao profissional com erros básicos.

A maioria não sabe o que fazer defensivamente, seja no 1 x 1, ou no momento da cobertura – erro extremamente comum entre profissionais da função.

Esses erros na tática individual, que deveria ser ensinada na base, fazem com que os atletas sejam incompletos sem saber executar a função na posição, gerando muitos prejuízos não só ao atleta, como à tática coletiva da equipe.

A única maneira de corrigir isso é na base, fazendo com que os profissionais lá presentes dediquem maior tempo do seu trabalho no ensino de posições e funções aos jovens talentos.

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rogério rodrigues
Rogério rodrigues
2 anos atrás

Tenho 38 anos e cresci em uma época em que o futebol estava em uma constante mudança,digo isso porque no início dos anos noventa os garotos das bases ,sobretudo os que tinham como referência os pontas,passaram obrigatoriamente à buscar novas novas posições ,alguns virando meias,atacantes ,laterais e assim por diante.Esse fenômeno explica porque tínhamos na década de 90 excelentes laterais e meias, pois na verdade eram jogadores ofensivos se adaptando a uma nova realidade,e por sinal se adaptaram muito bem . Para mudar o futebol brasileiro é necessário fazer um trabalho de base,envolvendo tática individual,incentivar o futebol nos moldes brasileiro… Read more »

Mais conteúdo valioso