Universidade do Futebol

Artigos

20/09/2015

Análise comparativa da posse de bola do Barcelona x São Paulo x Internacional e as ações ofensivas geradas

Introdução

Atualmente grandes diferenças são vistas entre as duas grandes escolas de futebol no mundo, a sul-americana e a europeia, inclusive diferenças que fogem muito de suas origens, o elemento do jogo de grande importância e que é objeto do presente estudo é a posse de bola e suas variáveis, observadas através de grandes forças de cada continente

A posse de bola, possui um indicador com o objetivo de assegurar a vantagem no campo de jogo, através de suas características de domínio (GARGANTA, 2008). Por conseguinte, a capacidade de reter a bola durante a partida, faz com que uma equipe obtenha o controle das ações do jogo naquele exato momento, possibilitando a marcação do gol e evitando ao seu adversário a mesma oportunidade (JAMES; JONES; MELLALIEU, 2004; LAGO, 2007). Desta forma, destaca-se a posse de bola perante a literatura, com alguns questionamentos em sua relação ao sucesso de uma equipe.

Algumas das variáveis quem têm sido apontadas como preditivas para o sucesso no futebol são o tempo de posse de bola e a circulação de bola. (LEMOINE; JULLIEN, 2008; LAGO-PEÑAS; LAGOBALLESTEROS; REY, 2011)

A circulação da bola é entendida como uma sucessão de passes e conduções da bola tendo em vista a conservação da posse da bola e a progressão da equipe à área adversária (GARGANTA, 1997; LEMOINE; JULLIEN; GENOLINI, 2007).

Não há possibilidade de abordar o aspecto da posse de bola sem associar ao F.C Barcelona, equipe de grandes jogadas, alto índice de posse de bola, controle de ações do jogo e que tem um modelo de jogo admirado por todos amantes do futebol, comissões técnicas de diferentes clubes, países e cultura, a grande referência europeia e representante europeu no presente estudo. Do outro lado os representantes sul-americanos, o SC Internacional, grande equipe do futebol brasileiro e que tem conquistado o maior numero de títulos internacionais do futebol sul-americano nos últimos anos, e que em sua escola busca um futebol ofensivo e o São Paulo FC, equipe brasileira com maior participações na Taça Libertadores da América e que apresenta maior média de posse bola no cenário atual.

O presente estudo analisou as estatísticas dos principais torneios de cada continente , de um lado a Liga dos Campeões da Uefa, torneio que reúne os principais campeões de cada pais do continente europeu, conta com as equipes de maior potencial financeiro do mundo e consequentemente com os grandes astros do futebol mundial, além de reunir representantes de todos os campeões de copa do mundo do continente. Do outro lado a Taça Libertadores da América, principal torneio do continente americano, conta com grandes clubes do futebol mundial e o principal exportador de jogadores para o futebol europeu e que também conta com representantes dos países campeões da Copa do Mundo do continente.

Analisando as estatísticas de ambas as equipes e comparando média geral da posse de bola as equipes se assemelham , mas será que essa semelhanças geraram as mesmas ações ofensivas durante as competições disputadas (passes tentados, finalizações, gols marcados, participação dos principais jogadores) ter a bola é o suficiente??

Para ler o artigo na íntegra, basta clicar aqui

Comentários

Deixe uma resposta