Universidade do Futebol

Artigos

28/11/2013

Análise dos resultados dos campeonatos, Italiano, Espanhol, Inglês e Alemão

Nos campeonatos disputados por pontos corridos, a regularidade nos jogos em casa e fora são a chave para os times que almejam o título, ou ainda, terminar no topo da tabela e tentar a classificação para campeonatos mais expressivos (Ex: Sul-Americana e Libertadores na América do Sul e Champions League e Copa da Uefa na Europa).

Nos campeonatos, Italiano, Espanhol, Inglês e Alemão, as equipes que conseguiram bons resultados em casa e fora durante toda a temporada se sagraram campeões e, por consequência, aqueles com os piores resultados foram rebaixados.

No campeonato Italiano a Juventus foi campeã com pouco mais de 76% de aproveitamento, teve 14 vitórias em casa e 13 fora e a melhor defesa com apenas 24 gols sofridos em 38 jogos. Os três melhores colocados no campeonato tiveram aproveitamento acima de 60%, sendo que o número de vitórias em casa ficou acima dos 68%.

No número de gols em casa algumas equipes foram superiores a Juventus, porém a campeã italiana manteve a regularidade fora de casa. Já os rebaixados tiveram aproveitamento abaixo dos 30%, marcando poucos gols, principalmente fora de casa.

No campeonato Espanhol o Barcelona foi o grande vencedor com aproveitamento de aproximadamente 88%, obtendo 18 vitórias em casa e 14 fora. Além disso, a campanha do Barcelona somou 115 gols marcados (63 em casa e 52 fora). A melhor defesa ficou com o Atlético de Madri que foi apenas o 3º colocado, com 31 gols sofridos contra 40 do Barcelona e 42 do Real Madrid.

Os três rebaixados tiveram aproveitamento abaixo dos 32% e a defesa mais vazada foi a do Mallorca com 72 gols sofridos (30 em casa e 42 fora).

No campeonato Inglês o campeão foi o Manchester United com aproveitamento de 78%, com 16 vitórias em casa e 12 fora. O diferencial do campeão foi o seu ataque que contabilizou 45 gols em casa e 41 fora, porém, contou somente com a 5º melhor defesa do campeonato.

A melhor defesa ficou com o time do Manchester City que levou 34 gols em 38 partidas e levou o vice-campeonato. Os três rebaixados ficaram com aproveitamento inferior a 31% e o posto de pior defesa ficou dividido entre Wigan (18º colocado) e Reading (19º colocado).

O campeonato alemão se difere pelo número de participantes (18 ao invés dos tradicionais 20), porém os números do campeão Bayern de Munique não deixam de ser surpreendentes. O aproveitamento foi de 89% e a equipe ainda teve o melhor ataque (56 gols em casa e 42 fora) e a melhor defesa (11 gols em casa e 7 fora).

O 2º e o 3º colocados tiveram aproveitamento bem distante do campeão, conquistando 64% e 63% dos pontos possíveis. Os rebaixados tiveram rendimento abaixo dos 30% e a pior defesa ficou com o TSG 1899 Hoffenheim (18º colocado).

O diferencial de todos os campeões para as demais equipes foi o equilíbrio dentro e fora de casa. Com exceção do Italiano, em todos os outros três campeonatos o time que se sagrou campeão contou com o melhor ataque.

O Bayern de Munique foi o time que mais se destacou tendo o maior aproveitamento entre os 4 campeões (89%) e a defesa mais sólida com apenas 18 gols sofridos.

Referências

CAMPEONATO ITALIANO 2012/13. Disponível em: http://www.ogol.com.br/edicao.php?id_edicao=47710. Acesso em: 15 de junho de 2013.

LIGA BBVA 2012/13. Disponível em: http://www.ogol.com.br/edicao.php?id_edicao=47536. Acesso em: 15 de junho de 2013.

LIGA INGLESA 2012/13. Disponível em: http://www.ogol.com.br/edicao.php?id_edicao=47347. Acesso em: 16 de junho de 2013.

BUNDESLIGA 2012/13. Disponível em: http://www.ogol.com.br/edicao.php?id_edicao=47388. Acesso em: 16 de junho de 2013.

Comentários

Deixe uma resposta