Universidade do Futebol

Gustavo D’Avila

14/08/2014

Conhecendo a mente inconsciente

Podemos compreender o inconsciente como qualquer coisa que não existe em nossa consciência num determinado momento.

Mas o que é a mente inconsciente? Ela é composta de todos os processos mentais que permanecem em funcionando sem nosso conhecimento, na verdade o inconsciente é um processo! Ele se relaciona com os demais processos do pensamento e aparecem em nossa mente consciente como lampejos de luz num céu nublado. O que chamamos de mente consciente é o que temos em nossa consciência. Se compararmos os dois a um oceano, o mar que vemos seria o consciente e as suas profundezas ocultas que o sustentam, seria o inconsciente.

Atualmente muitas pessoas, inclusive atletas, acreditam que o pensamento é totalmente consciente, mas ao contrário do que achamos se ele fosse realmente inteiramente consciente nós conseguiríamos interrompe-lo quando desejássemos, porém isso não é possível. Sabem por quê? O processo de pensamento é inconsciente e nós apenas percebemos os resultados deste processo de forma consciente; daí a nossa falsa percepção que ele é inteiramente consciente.

A nossa mente inconsciente contém nossos pensamentos, sonhos e aspirações, dos mais valorizados até os mais desprezados. É nela que residem nossas habilidades, já que na mente consciente praticamente não possuímos habilidades e aí que começamos a compreender mais plenamente o benefício que o treino, no esporte ou em qualquer outra área de vida, nos oferece, pois toda mudança que desejamos realizar ocorre no nível inconsciente e a repetição faz com que façamos coisas em modo automático sem que percebamos.

Quer um exemplo? Dirigir! Você já deve ter percebido algumas vezes dirigindo um automóvel praticamente de maneira automática e inconsciente e neste caso a habilidade instalou-se no inconsciente, pois se de outra forma fosse ninguém conseguiria dirigir sem estar 100% conscientes do que se estaria fazendo.

Mas existem formas de acessar de maneira intencional os recursos do inconsciente? A resposta é sim através do transe, por exemplo, que pode ser definido como um estado de consciência com um foco interno de atenção. O Transe é um estado alterado de consciência e constitui um dos objetivos a serem atingidos pela hipnose. Trata-se de um estado de consciência onde podem ocorrer diversos eventos neurofisiológicos. A hipnose por sua vez é um estado mental ou um tipo de comportamento usualmente induzidos por um procedimento conhecido como indução hipnótica, que quando aplicada com propósitos terapêuticos é conhecido como "hipnoterapia".

Na realidade o transe e a hipnose ajudam os atletas de uma forma geral a aprenderem mais sobre si mesmas e a se expressarem melhor!

No esporte, a hipnose pode ser aplicada para tratar diversos problemas de ordem psicológica, como ansiedade, depressão, estresse, insônia, fobias e já foi utilizada por atletas famosos como Tiger Woods, Michael Jordan e Ayrton Senna.

Atualmente, por meio de estudos e pesquisas avançadas, pudemos compreender que a hipnose é um fenômeno neurológico que provoca modificações profundas no funcionamento do cérebro e é capaz de alterar padrões de comportamento pela atuação no inconsciente.

Sendo assim, atletas de futebol podem e devem estar atentos às suas mentes conscientes com ajuda de profissionais que possam leva-los promoverem mudanças em seu inconsciente que elevem seu desempenho profissional dentro do campo.

Até a próxima! 

Comentários

Deixe uma resposta