Copa do Brasil: interessante produto para o mercado consumidor do futebol

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A Copa do Brasil chega à fase semifinal com dois grandes duelos: Palmeiras contra o Cruzeiro e Flamengo contra o Corinthians. Grandes torcidas, grandes estádios, grandes elencos. As quatro equipes que não apenas querem a Copa, mas querem a Libertadores, que já venceram ao menos uma vez. Certeza de casa cheia em todos os jogos. Bastante audiência também pela televisão. A Copa do Brasil se revela sendo um excelente produto.

Em primeiro lugar, porque tem conseguido proporcionar eventos que acabam por promover o torneio, gerar debates e discussões na imprensa que caem na boca dos torcedores e aumentam as expectativas para bons jogos. Tratam-se dos sorteios dos confrontos, equipes mandantes e visitantes. A propósito, acaba por ter um efeito semelhante ao que é, por exemplo, o sorteio da Copa da Inglaterra entre os adeptos de futebol daquele país.

O estádio do Mineirão antes da decisão da Copa do Brasil de 2017 entre Flamengo e Cruzeiro. (Foto: 98FM)

 

Outro indicador que sim, pode ser considerado fator do quanto a Copa do Brasil está valorizada, é a quantidade de anunciantes através das marcas no perímetro do campo, expostas nos jogos. São muitas, dos mais diversos setores da economia. A cada temporada saem algumas, entram outras, mas a exposição segue bem alta, acompanhada de inovações que agradam aos olhos de quem assiste pela TV ou no estádio, o que faz agregar valor ao produto “Copa do Brasil”. Como consequência, a valorização (financeira e afetiva) do evento, retenção e atração de novos anunciantes.

É um caso bem interessante dentro da indústria do marketing do esporte no Brasil, de propor e oferecer um produto a um mercado consumidor do futebol de todo um país, haja vista que as primeiras fases conseguem reunir equipes de todos os rincões deste “Brasilzão”. De um campeonato que consegue comunicar sua grandeza (porque dá acesso ao principal torneio de clubes do continente) com base na diversidade e riqueza da modalidade em nosso país. Poderia conseguir fazer isso mais, é verdade. Entretanto, em alguma medida isso é feito. É um bom caminho.

Com tudo isso, vamos desfrutar, a partir desta semana, de uma excelente fase final de uma Copa do Brasil bastante interessante e que é capaz de tornar-se muito mais nas próximas temporadas. Basta seguir pensando em fazê-lo e comunicá-lo para um mercado cada vez mais exigente e disputado.

 

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso