Efeito da idade relativa no Futebol: o estudo de caso do São Paulo Futebol Clube

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O objetivo do presente estudo foi comparar a distribuição das datas de nascimento dos atletas das categorias de base de um clube da elite do futebol brasileiro com a população do estado de São Paulo da mesma faixa etária. Por meio de estudo transversal, as datas de nascimento de 341 atletas das categorias de base de um clube de São Paulo (sub 10-20) foram comparadas com uma população de referência (nascidos vivos do Estado de São Paulo da mesma faixa etária; n = 5.480.868). Os indivíduos foram distribuídos por trimestre de nascimento: 1°=Janeiro a Março; 2°=Abril a Junho; 3°=Julho a Setembro; 4°=Outubro a Dezembro. 

Para análise comparativa entre a distribuição esperada (população de referência) e a distribuição observada (atletas), foi utilizado o teste qui-quadrado (χ2). Foi detectada diferença significante entre a distribuição esperada e a distribuição observada (χ2= 29,53; p<0,0001), com maior concentração de atletas nascidos no 1° trimestre (47,5%) e menor no 4° trimestre (8,8%). Os resultados do presente estudo confirmam a existência do “efeito da idade relativa” (EIR) no processo de seleção de atletas em um clube de elite do futebol brasileiro. A ocorrência deste fenômeno durante o processo de seleção e formação de jovens atletas precisa ser considerada e analisada cuidadosamente, a fim de minimizar a exclusão de jovens atletas de futebol potencialmente talentosos. 

Estudos adicionais são necessários para identificar os fatores determinantes do EIR e promover estratégias preventivas que tornem o processo de seleção e formação de jovens futebolistas mais eficiente. 

Para ler o artigo na íntegra, basta clicar aqui.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso