Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Autor: Leonardo Affonso de Miranda Pereira
Editora: Nova Fronteira
Ano: 2000
Nº de páginas: 374
Área: HSA

Comentário: Antonio Afif

Li Footballmania pouco tempo depois do seu lançamento, em 2000. Apesar dos quatro anos de existência do livro, sua leitura pode ser feita hoje sem prejuízo algum, já que o relato histórico é perene. Trata-se de um magnífico retrato do futebol na cidade do Rio de Janeiro, do início do século 20 até o final dos anos 30.

Footballmania é um livro agradável de ler. Fruto da tese de doutorado do autor, situa o futebol daqueles anos no contexto político e no cotidiano da vida brasileira na então capital federal. A pesquisa de Leonardo Affonso é ampla e os textos de Roberto DaMatta, Mário Filho, Nicolau Sevcenko, Tomaz Mazzoni, Waldenyr Caldas e José Sérgio Leite Lopes, entre vários outros grandes estudiosos do futebol brasileiro sob a ótica social do Brasil, ajudam a fundamentar o trabalho do autor.

Sem dúvida alguma, esta obra é uma das minhas preferidas que ocupam minha estante.

Sumário

Agradecimentos
Introdução
Capítulo 1 – Um fidalgo sport?
Capítulo 2 – O orgulho da nação
Capítulo 3 – O jogo dos sentidos
Capítulo 4 – Do foot-ball ao futebol
Fontes
Bibliografia

Trecho da obra

Um jogo do Fluminense contra o Corinthians, da Inglaterra, que atraía para o estádio em 1910 uma pequena multidão, era exemplar sobre esse processo. Sem conseguir entrar para assistir à partida, muitos dos interessados na disputa acabaram aceitando a proposta de Mano, o ainda pequeno filho de Coelho Neto – que morava então em frente ao campo: por 1$000, ele deu entrada para inúmeros torcedores em sua casa enquanto o pai dormia, tendo ainda cobrado a metade desse preço para aqueles que se dispusessem a assistir à partida de cima do galinheiro. A surpresa do literato, que ao acordar encontra um desconhecido negro subindo as escadas da sua casa, foi tão grande quanto o lucro do menino, que arrecadou 25$000 com sua estripulia. Aproveitando-se da oportunidade, Mano percebia aquilo que em breve se tornaria uma constatação óbvia para os que acompanhavam o jogo: o crescente interesse de um público até então excluído do recinto dos estádios pelos jogos da liga. (…)

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso