Futebol causa mais de 50% das lesões em homens

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O futebol não é só o esporte mais praticado na América Latina. A modalidade também é responsável pelo maior número de lesões causadas durante alguma atividade física nessa região. Pelo menos é isso que comprova um estudo realizado pelo laboratório Merck Sharp & Dohme, que ouviu 450 pessoas maiores de 18 anos em shoppings de Argentina, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, México, Peru e Venezuela.

Entre as pessoas entrevistadas, 42% sofreram algum tipo de lesão nos últimos três meses estavam jogando futebol no momento em que se machucaram, exatamente a mesma porcentagem que confessou praticar esportes apenas nos fins de semana.

O “perigo” que o futebol representa é ainda maior para as pessoas do sexo masculino: 54% dos homens que participaram da pesquisa se machucaram praticando essa modalidade, e os principais tipos de lesão apresentados foram fraturas, lesões no joelho e na cabeça e problemas na musculatura das pernas.

O mais curioso é que, embora quase metade dos entrevistados tenha sofrido lesões nos últimos três meses, 68% nunca procuraram um médico em virtude desses problemas. Apesar disso, 57% das pessoas tomaram algum medicamento para aliviar a dor.

Entre os que recorreram aos remédios, 36% acharam que ele não agiu suficientemente rápido e 31% disseram que o alívio proporcionado não foi suficiente. Além disso, 88% identificaram o remédio ideal como algo que faça efeito 30 minutos após a ingestão e que seja tomado apenas uma vez por dia.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso