Universidade do Futebol

Artigos

03/12/2018

Futebol, do sonho à realidade

Acompanhamento e complementação educacional no contexto de atletas profissionais e alunos

INTRODUÇÃO

Contextualização do tema:

Conhecido como o esporte mais amado e praticado do povo brasileiro, o futebol envolve vários campos da ciência, como: social, econômico e político. Esse fenômeno cultural surge em nosso país, se enraíza e cresce constantemente criando frutos para o mercado do futebol.

Seria necessário um espaço maior neste trabalho para citarmos de maneira mais ampla os nomes daqueles que passaram e ainda desfilam pela passarela verde, e são reconhecidos historicamente, mas podemos apontar alguns deles, como: Pelé, Garrincha, Zico, Jairzinho, Romário, Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho e Neymar Jr. Em sua maioria esses jogadores surgem da classe baixa e de comunidades carentes.

Pode-se traçar o comparativo nos duelos de arena, onde os gladiadores competiam, com o cenário esportivo de uma partida de futebol em que os acontecimentos causavam euforia, emoção, aflição e vibração daqueles que assistiam, da mesma forma que a competitividade, a sede de vitória, torcida e até mesmo o formato arquitetônico das instalações se assemelham a essa passagem histórica.

Explicar o que o faz mágico não é tão simples assim, mas podemos apontar fatores que contribuem para isso: uma equipe inferior tecnicamente que supera outra mais qualificada neste aspecto, se compararmos este fator em outros esportes isso já não é tão comum, o basquete serve como exemplo; outro fator que nos chama a atenção é o papel da mídia e como ela tem contribuído hoje, por intermédio da internet e das redes sociais – e  ontem com o rádio e a televisão – para exaltação deste esporte, a euforia da narração do jogo o torna ainda mais emocionante, muitas vezes ao ouvirmos o jogo no rádio e assistirmos pela televisão, percebemos o sensacionalismo exacerbado presente nas narrações em determinados lances e ocasiões da partida que não sustenta tal comportamento do narrador.

Na verdade esses fatores já citados aqui somados ao prazer da disputa, o de torcer, juntamente com o de ser reconhecido por todos e se tornar um ídolo, dar uma condição melhor à sua família é o que almejam diversas crianças e adolescentes do Brasil. Todo garoto sonha em ser um jogador de futebol.

 

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.

Comentários

Deixe uma resposta