Harder x Marozsán no duelo que pode definir a Champions

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Neste domingo teremos mais uma final de Champions League na qual Lyon e Wolfsburg decidirão quem fica com o título. A partida será disputada as 15h do horário de Brasilia, no estádio Anoeta – onde a Real Sociedad manda seus jogos – no País Basco, região da Espanha. A Women’s Champions League é uma competição disputada desde 2001, e mais uma vez o francês Lyon decide o título com o alemão Wolfsburg, nas últimas 5 edições da competição será a 3º vez que os clubes se enfrentam na final. Nas outras duas oportunidades, em – 15/16 e 17/18 – as francesas se sagraram campeãs. A final desta temporada promete rivalidade e clima de revanche!

Um aspecto extremamente importante a fundamental a se destacar é que esta reedição de confronto na final é fruto de um seríssimo trabalho realizado por ambos os clubes. Tanto Lyon quanto o Wolfsburg disponibilizam a suas atletas e staff uma estrutura do mesmo nível que oferecem a suas equipes masculinas, ambos os projetos são geridos de forma paralela e com o mesmo profissionalismo e importância para os clubes. O Wolfsburg conta com o suporte da Federação Alemã que organiza o campeonato nacional de forma ininterrupta desde 1990, além de possuir outras diversas competições de base, dos 11 aos 17 anos. Já o Lyon investiu pesado na estrutura para a modalidade, possuindo inclusive sua própria academia de formação de jogadoras. Cases de sucesso a serem estudados e utilizados como referência.

Para esta final, trouxemos em destaque duas jogadoras, quem tem papel fundamental da criação de jogadas que resultam em gols para suas equipes, são elas Pernille Harder, meia dinamarquesa do Wolfsburg, e Dzsenifer Marozsán, meia húngara – que tem cidadania alemã – do Lyon.

Pernille é a vice-artilheira da competição com 9 gols e a 3º jogadora que mais finalizou a gol. Muito dinâmica, a jogadora busca a todo momento estar se desmarcando e criando linhas de passe, conduz a bola de maneira rápida e muito próxima do pé, facilitando seus dribles e conseguindo assim condições de finalizar ao gol. Pernille já foi premiada com o título de melhor jogadora da Europa em 2018, ela também aproveita a influência que conquistou através do esporte para dar apoio no combate ao preconceito contra pessoas da comunidade LGBTQI+.

Marozsán é uma multicampeã, tendo conquistado 4 Champions League, 1 Eurocopa, 1 ouro olímpico e 1 Mundial Sub-20, foi eleita por 3 anos consecutivos a melhor jogadora da Liga francesa e já esteve entre as finalistas do premio de melhor do mundo da FIFA. Nesta edição da Champions é a jogadora com maior número de assistências para gol. Uma jogadora com uma grande capacidade de leitura de jogo, sempre bem posicionada e atenta ao posicionamento das companheiras, que aliada a sua alta capacidade técnica lhe dá a condição de encontrar passes chaves na articulação de jogadas ofensivas.

Confira a seguir a área de atuação no campo e as análises quantitativa e qualitativa das duas jogdoras.

 

Infelizmente não teremos nenhuma representante brasileira jogando esta final. Porém, seria uma grande injustiça se não ressaltássemos aqui uma das principais jogadoras da história do futebol brasileiro e que há quatro temporadas defende as cores do PSG, semifinalista da competição. Miraildes Maciel Mota, a “Formiga”. Aos 42 anos de idade e há mais de 20 anos nossa meiocampista exibe seu dinamismo e classe nos gramados, infelizmente desta vez não conseguiu chegar a mais uma final em sua carreira, o que em nada diminui sua vitoriosa trajetória na modalidade, um grande exemplo de perseverança, profissionalismo e amor pelo esporte.

Um grande jogo nos aguarda neste domingo, e que a organização e investimento evidenciados
nesta final, sejam modelos a inspirar e seguir para o futebol feminino em nosso país.

Desfrutem do JOGO!

Sobre os autores

Danilo Benjamim é bacharel em treinamento esportivo, possui a Licença B pela CBF/FIFA e cursa atualmente as licenças A/B da ATFA. Tem passagens pelo Paulínia FC, Coritiba, Athletico Paranaense, Ferroviária e, recentemente, Guarani FC.

Acompanhe as redes sociais do Danilo Benjamim: InstagramFacebook

Aurélio Estanislau é graduado em Ciências do Esporte pela Unicamp e analista de desempenho do Sub17 do S.C. Corinthians Paulista.

Acompanhe as redes sociais do Aurélio Estanislau: InstagramTwitter.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso