Universidade do Futebol

Mauro Beting

05/02/2015

Incompetência única

Dérbi da paz?

Dérbi da pá. De cal na alegria do futebol.

Clássico com torcida única é a melhor maneira de acabar com a humanidade.

A institucionalização da intolerância é a falência do poder público que não é poder, não é público, e lava as mãos enquanto tira da reta.

A imensa maioria de paz das torcidas é refém da violência de bandidos cúmplices da incapacidade das autoridades de serem minimamente capazes com a falta de autoridade escondida como vergonha debaixo de um capuz. Capachos de um batalhão que choca o cidadão.

Só nos resta chorar a morte dolorosa do direito e do dever de saber que para vencer é preciso alguém perder. A arte de gozar e ser zoado. O contraditório ainda que a contragosto. A convivência de contrários tão distintos que acabam iguais.

Parabéns, MP e PM. A ordem dos fatores adulterou o produto.

Posso só fazer uma pergunta: se eu convidar alguns amigos corintianos para um churrasco lá em casa vocês vão me prender?
 

*Texto publicado originalmente no blog do Mauro Beting, no portal Lancenet.

 

Comentários

Deixe uma resposta