Kroos e De Bruyne, meias que prometem na volta da Champions League

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

As finais da Champions League chegaram! O Campeonato de clubes mais badalado do mundo chega à sua reta final, que será disputada em partidas únicas na cidade de Lisboa, entre 7 e 23 de agosto. No embalo desse momento histótrico, abriremos um espaço de discussão a respeito das características de alguns dos principais jogadores envolvidos, que podem ou não fazer a diferença a favor de suas equipes.

Iniciando nossas análises trazemos dois jogadores que atuam no mesmo setor do campo e que, ainda que exerçam funções um pouco distintas, possuem similar forma de liderança em suas equipes.

Kevin De Bruyne, meio-campista do Manchester City e da Seleção Belga e um dos algozes do Brasil na última Copa do Mundo. Em sua 5ª temporada pelos Cityzens, o meia continua em sua perseguição pelo título da Champions. Na última temporada da Premier League o Belga chegou ao recorde de 20 assistências na competição, e agora busca utilizar esta capacidade para vencer a equipe merengue. De Bruyne exerce sua liderança de forma “silenciosa”, o talentoso meia é o cérebro da equipe de Guardiola, buscando ocupar os espaços e ditar o ritmo da equipe com seus passes, dribles e finalizações.

Toni Kroos, meio-campista do Real Madrid e campeão da Copa do Mundo com a seleção Alemã, responsável por dois gols e uma assistência no fatídico (e quase que estéril) 7×1. Na sua 6ª temporada pelo time da capital espanhola, Kroos realiza com maestria a conexão defesa-ataque dos madrilenhos, dono de uma das maiores médias de acerto de passes do mundo, o jogador alemão exerce liderança de maneira semelhante à de De Bruyne, porém, é um jogador que conduz menos a bola e de menor mobilidade no campo, dando fluidez à sua equipe por meio dos seus passes.

Confira a seguir as análises quantitativa, qualitativa e a área de atuação no campo desses dois jogadores.

 

No primeiro jogo o City venceu o Real por 2×1 na Espanha, levando a vantagem para esta partida.

E aí, caro leitor, quem conseguirá melhor liderar e fazer a diferença para sua equipe?

Desfrutem do JOGO!

Sobre os autores

Danilo Benjamim é bacharel em treinamento esportivo, possui a Licença B pela CBF/FIFA e cursa atualmente as licenças A/B da ATFA. Tem passagens pelo Paulínia FC, Coritiba, Athletico Paranaense, Ferroviária e, recentemente, Guarani FC.

Acompanhe as redes sociais do Danilo Benjamim: Instagram; Facebook

Aurélio Estanislau é graduado em Ciências do Esporte pela Unicamp e analista de desempenho do Sub15 do S.C. Corinthians Paulista.

Acompanhe as redes sociais do Aurélio Estanislau: InstagramTwitter.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso