Universidade do Futebol

Rodrigo Azevedo Leitão

01/02/2012

Linha de defesa: jogar em linha ou com sobra?

Tenho participado de discussões muito interessantes nesse pequeno período pós- confronto entre FC Barcelona e Santos, pela partida final do Mundial Fifa de Clubes de 2011. Estive em dois mini-fóruns e tenho mais dois agendados – e o tema ainda diz respeito a construção do jogar da equipe catalã.

Então, pretendo, a partir de abril, produzir um material a respeito destes debates e publicar aqui na Universidade do Futebol.

Por ora, ainda que o assunto “FC Barcelona” me tente a escrever (já!), vou me concentrar em outros temas que também têm gerado debates com colegas do Café dos Notáveis.

Hoje, vou, então, através de uma “vídeo coluna tática”, falar a respeito da linha de defesa das equipes em geral – mais especificamente do seu posicionamento típico – quando elas (as equipes) estão de posse da bola, já no seu campo de ataque.

Tentarei dar uma ideia básica e geral sobre o posicionamento em linha, dos jogadores de defesa, sem que haja sobra em profundidade (comumente observado nas equipes europeias) e o posicionamento da defesa, com sobra em profundidade (comumente observado nas equipes no Brasil).

Antes, porém, meus agradecimentos ao César e ao Feco (analistas de desempenho) e ao Marcelo e ao Gustavo (futuros adversários pelos campos de jogo) pelo empenho e dedicação gratuitos (mas de muito valor para mim)!

Vamos à coluna…
 

Para interagir com o autor: rodrigo@universidadedofutebol.com.br  
 

Comentários

Deixe uma resposta