Universidade do Futebol

Artigos

05/10/2015

O drama do calendário do futebol brasileiro

É do conhecimento de todos os amantes do futebol que o calendário brasileiro representa um dos atuais entraves para o desenvolvimento do esporte bretão, causando grande prejuízo para todos os clubes do país, seja pelo excesso, seja pela ausência de jogos a serem disputados em uma temporada.

Segundo dados apresentados pelo Bom Senso Futebol FC, com o fim dos Campeonatos Estaduais cerca de 20 mil profissionais ligados ao futebol acabam desempregados. É o que Eduardo Conde Tega denominou de “ciclo negativo” do futebol brasileiro, em coluna publicada no Blog do Juca Kfouri2 em 27/04/2015.

Com a divulgação de mais um ano do Calendário do Futebol Brasileiro pela Confederação Brasileira de Futebol no último dia 16 de agosto, observa-se a ausência de alterações em curto prazo, ao menos até o final do próximo ano. Diante da manutenção do quadro atual, continuará a maior parte das equipes de futebol profissional do país disputando somente os Campeonatos Estaduais, os quais contam com 19 datas, já que a maior parte delas não fará parte dos Campeonatos Nacionais.

Em síntese, apenas 100 dos 684 clubes de futebol profissional do país estão inseridos em uma dimensão nacional do futebol. Os outros 584 clubes do país ficam restrito à disputa de nível estadual, em sua grande maioria encerrando suas atividades profissionais anuais antes da metade do ano.

Para ler o artigo na completo, basta clicar aqui

Comentários

Deixe uma resposta