O problema em 'pensar demais' e a importância da automatização de princípios

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Um jogador de basquete que acerta 80% dos lances livres em treino pode vir a perder o lance livre da vitória em uma partida, isso porque, na intenção de alcançar o resultado desejado, ele monitora o ângulo do seu pulso ou o momento exato de soltar a bola durante o arremesso. Após exaustivas horas de prática e treinamento, estes componentes do desempenho são detalhes que normalmente o nosso jogador não dedicaria sua atenção. E, paradoxalmente, tal atenção é prejudicial para os processos relacionados ao desempenho que, normalmente, ocorrem sob a esfera do inconsciente (Jackson & Beilock, 2012). De acordo com os autores, este fenômeno é chamado de Paralysis by analysis.
A fim de suportar as ideias relacionadas a este fenômeno, Jackson e Beilock (2012) realizaram um estudo com jogadores de futebol de alto nível, onde estes foram solicitados a realizar dribles entre uma série de cones enquanto deveriam prestar a atenção no lado do pé com o qual eles tocavam na bola em cada movimento. A intenção era atrair a atenção do jogador para a realização destas ações de uma forma que não acontece normalmente. Como resultado, a execução do drible foi pior (mais lento e com mais erros) quando os jogadores tiveram de prestar atenção nas ações quando comparadas com a condição em que driblaram sem nenhuma instrução.
Já em outro estudo, quando os jogadores foram solicitados a definir um objetivo para maximizar o seu sucesso, aqueles que escolheram manter a atenção em elementos técnicos (ex: manter-se ‘solto’ e com os joelhos semi-flexionados) obtiveram resultados piores do que o normal (Jackson & Beilock, 2012). Portanto, estas pesquisas sugerem que prestar muita atenção em habilidades e ações já assimiladas e altamente treinadas resulta em decréscimo do nível de desempenho.
Para ler o artigo na íntegra, basta clicar aqui

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso