Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A alteração do projeto de Lei de Responsabilidade Fiscal dos Clubes pela chamada “Bancada da Bola” nos últimos instantes da votação, apesar de toda a pressão midiática e do bom trabalho feito pelo Bom Senso FC, reforça um conceito que venho destacando nos meus últimos textos aqui na Universidade do Futebol: o processo de mudança não virá pela força do meio político, que é, sabidamente, amplamente viciado.

Partimos da premissa óbvia de que sequer o poder público tem respeitado as diretrizes da Lei de Responsabilidade para o uso do dinheiro público, mudando a regra pouco antes de ver que não irá poder cumpri-la, por que é que achamos que seria diferente com o futebol ou com o esporte?

O mais engraçado (para não dizer trágico) é que quem estuda um pouquinho de história verá que este cenário é apenas uma reprise de tantos outros “causos” envolvendo esporte, expectativas de mudanças radicais e o poder público no meio. E pior, historicamente, as relações com o esporte são evidenciadas e literalmente usadas em períodos eleitoreiros. Definitivamente, não funciona!

As entidades esportivas e o mercado precisam rever a forma de ser relacionar com o poder público urgentemente para que o processo possa ser tanto benéfico para a indústria do esporte quanto para a sociedade. Da forma que está, não tem sido positivo nem saudável para nenhuma das partes.

Com relação as contrapartidas, reforço: a solução passa por um processo de inversão de valores do que temos atualmente. Precisamos de um mecanismo de estímulos para quem faz direito, uma vez que a punição por vias legais não funciona. Só assim poderemos de fato beneficiar aqueles que agem de forma austera e dentro das prerrogativas de controle financeiro em detrimento daqueles que insistem em gastar mais do que arrecadam.

O caminho da mudança? Estimular boas práticas ao invés de punir. Tão simples quanto isso…

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso