Universidade do Futebol

Gustavo D’Avila

28/11/2013

Que tipo de líder eu sou?

 Os atuais e futuros líderes no ambiente esportivo, seja na área de gestão do negócio ou na área técnica precisam começar a responder a pergunta título da coluna desta semana:

• Que líder eu sou?
• Qual o meu tipo de liderança e como eu posso aumentar minha capacidade de transformar o negócio sob minha responsabilidade?

Ok, você deve estar pensando, mas primeiro como descobrir meu perfil de liderança e a partir daí poder me desenvolver para me tornar este líder que o esporte necessita?

Vou aqui sugerir uma abordagem na utilização do Eneagrama, já comentado em colunas anteriores, para responder tal questionamento. O Eneagrama é originário da Ásia e do Oriente Médio e este termo é uma combinação das palavras de origem grega ennea (“nove”) e gram (“algo que é escrito ou desenhado”) e refere-se ao sistema de nove pontos ou números que se encontra no seu símbolo gráfico conforme figura abaixo.

Apenas para conhecimento, os 9 tipos do Eneagrama são:

• Tipo 1 – Perfeccionista
• Tipo 2 – Prestativo
• Tipo 3 – Realizador
• Tipo 4 – Romântico
• Tipo 5 – Observador
• Tipo 6 – Questionador
• Tipo 7 – Entusiasta
• Tipo 8 – Desafiador
• Tipo 9 – Pacifista

Mas, quanto a questão da liderança como o Eneagrama pode nos ajudar? Aqui está a resposta para a questão inicial da coluna de hoje, pois o Eneagrama fornece condições para que possamos conhecer o paradigma de liderança e características relacionadas a cada tipo de personalidade e com isso todos podem ter clarificados seus pontos fortes e os aspectos necessários de desenvolvimento no caminho rumo à excelência como líder.

A partir deste conhecimento sobre seu tipo de personalidade e suas características de liderança é possível desenvolver seu foco na obtenção de resultados, desenvolver o autodomínio, elevar sua capacidade de comunicação, elevar sua capacidade de liderar equipes altamente produtivas e assumir o comando das mudanças.

Adicionalmente ao tema abordado quero compartilhar contigo algumas questões, elaboradas por uma grande coach e desenvolvedora do ser humano chamada Flávia Lippi, que lhe ajudarão a refletir se você atua com um líder transformador atualmente:

1. Qual legado que você vai deixar para sua equipe? Como isso será feito e como será medido?

2. O que você pode fazer para que sua equipe dependa cada vez menos de sua presença para obter resultados consistentes?

3. Você se considera um criador do futuro?

Então, responda as questões acima e pense sobre como sua liderança tem a capacidade de transformar o negócio do futebol. As ferramentas para o seu desenvolvimento como líder estão disponíveis, basta uma nova atitude em busca de evolução.

Até a próxima.

Comentários

Deixe uma resposta