Universidade do Futebol

Artigos

09/09/2019

Renato Gaúcho – Sombra para o Tite?

Após se consagrar atuando no clube gaúcho, Renato Portaluppi registrou seu nome na história do Grêmio ao ser o principal nome em 1983 na conquista do título mundial.

O histórico do treinador acumulava Copa do Brasil de 2016, Copa Libertadores de 2017, Recopa Sul-Americana de 2018 e agora trouxe mais um caneco para o clube: o 38º título gaúcho do Grêmio e de maneira invicta. Esta campanha ainda foi efetuada de forma vitoriosa sofrendo apenas um gol na competição – quebrando assim o recorde no campeonato.

Com passagens como técnico por Madureira, Fluminense e Athlético-PR, o técnico conseguiu se firmar, no ano de 2016, na equipe gaúcha e segue até os dias atuais no comando da equipe.

Perdendo apenas para Mano Menezes (Cruzeiro), o treinador acumula quase mil dias no comando técnico do clube. Este feito é raro na elite do futebol brasileiro, onde a média de permanência é em média de apenas seis meses.
O que credencia Renato a postular vaga na Seleção Canarinho, quiçá à frente de Mano Menezes? O técnico cruzeirense já dirigiu o Brasil recentemente, e dar uma oportunidade ao técnico do Grêmio seria uma aposta no trabalho de transição de plantel que ele tem feito desde sua chegada ao clube.

O técnico já perdeu peças, tais como: Pedro Rocha (atacante que atualmente está no Cruzeiro), Arthur (meio-campista que atualmente defende o clube espanhol Barcelona) e Marcelo Grohe (goleiro que atualmente joga pelo clube saudita Al-Ittihad e foi responsável por uma defesa magnífica contra o equatoriano Barcelona de Guayaquil pela partida de ida da semi-final da Libertadores de 2017), mas conseguiu manter o elenco competitivo e vitorioso.

Nosso atual comandante, Tite tem a Copa América em breve para pôr suas ideias à prova, mais uma vez no comando da Seleção Tupiniquim. Caso venha a obter parcos resultados e o futebol apresentado seja infrutífero, certamente o nome de Renato deve postular como um dos substitutos e aspirantes ao “boné” de professor da Amarelinha.

 

Comentários

Deixe uma resposta