Resistência de força e métodos para o seu desenvolvimento

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Para o jogador de futebol, a força rápida e a resistência de força têm um significado especial. A combinação das duas de forma gradual representa um importante e determinante papel em relação à musculatura do tronco.

A resistência de força rápida é a capacidade de poder agir com movimentos velozes em um longo período de tempo sem uma diminuição significativa na força de chute, salto ou arranque. Ela depende proporcionalmente da capacidade de recuperação rápida da musculatura envolvida e das capacidades aeróbias e anaeróbias bem-desenvolvidas.

Para o jogador de futebol, é na subcategoria da resistência de força rápida – fazendo uma separação entre a dinâmica geral e local da dinâmica estática – que se encontra fatores essenciais para a apresentação de um bom rendimento em treinamentos exaustivos de fundamentos e, até mesmo, em uma partida.

A resistência de força é predominantemente melhorada pelo treinamento de força integrado ao jogo e pelas variações do treinamento em circuito com séries de chutes e salto. Portanto, por meio de formas dinâmicas de treinamento de acordo com o método de repetição. Adicionalmente, também pode ser utilizado o treinamento isométrico em combinação com diferentes métodos.

A melhor forma de se realizar o trabalho de resistência da musculatura do tronco é fazendo exercícios de força dinâmicos com número máximo de repetições. Já para as pernas pode ser melhorada com exercícios em dupla.

Bibliografia

WEINECK, Jürgen. Futebol Total. Phorte Editora, 2004.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on pinterest

Deixe o seu comentário

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais conteúdo valioso