Universidade do Futebol

Artigos

26/07/2007

Sobrecargas da geopatia

A recuperação de um atleta pode ser influenciada diretamente pelo meio ambiente. Todos os fenômenos naturais têm ação diretamente ligada à cura ou à piora de uma pessoa e isso precisa ser considerado quando um profissional elabora um cronograma de recuperação. O conjunto de fenômenos ligados à natureza chama-se geopatia.

A geopatia pode ser definida como a união dos influxos, derivados do ambiente, que podem melhorar ou piorar doenças nos homens, causadas pelos campos de força e pelas radiações das falhas, cursos de água subterrâneos, campos magnéticos naturais e artificiais e energias sutis.

O pioneiro foi Hartmann, que se dedicou ao trabalho de investigação e chegou a conclusão de que a maioria das doenças é condicionada pelo local onde dormimos ou trabalhamos.

No mais, o organismo vivente seria sobreposto às influências das radiações advindas do Cosmo e da Terra e daquelas artificiais criadas pelo homem. As condições climáticas, fortemente perturbadas no nível eletromagnético, tornam-se perigosas e nocivas para os seres vivos.

A continuidade no tempo, a intensidade e a freqüência transformam esses fenômenos em agentes patógenos. Antes ou depois, a resistência física do indivíduo, sobreposta a constantes estimulações, passa a enfraquecer, até a exaustão.

Em todo estado crônico de doença são encontrados, como causa parcial, distúrbios da esfera da vida. O corpo humano corre um perigo especial, sobretudo durante a fase do sono. Isso deve ser considerado durante o processo de cura de uma lesão.

Bibliografia

DOBLER, Günter. Cinesiologia – Fundamentos, prática e esquemas e terapia. Editora Manole, 2003.

Comentários

Deixe uma resposta