entrar  Esqueceu a senha?   ou 
Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso ao conteúdo
 
Social
28/04/2009 16:14:04
O dia em que a Academia foi a seleção
Compondo as festividades de inauguração do Mineirão, a única vez em que a equipe nacional foi dirigida por um estrangeiro
Victor Kingma

Adicionar aos favoritos
Adicionar aos favoritos
A Sociedade Esportiva Palmeiras, que os torcedores orgulhosamente chamam de Academia de Futebol, é, com certeza, um dos clubes mais laureados do nosso futebol. Entretanto, um feito histórico da sua gloriosa trajetória talvez não seja do conhecimento de grande parte de seus torcedores: o Palmeiras já representou o Brasil numa partida importante: um amistoso internacional contra um dos mais tradicionais adversários da nossa seleção, o Uruguai.
 
A partida aconteceu no dia 07/09/1965, dentro das festividades de inauguração do Estádio Magalhães Pinto (Mineirão). 
 
Um grande público assistiu ao jogo e o Palmeiras, que naquela época tinha um timaço, rivalizando com o Santos, de Pelé, não tomou conhecimento da fama da Celeste Olímpica e venceu por 3 a 0, com grande atuação de toda a equipe.

 
Como curiosidade, foi a única vez que a seleção brasileira foi dirigida por um técnico estrangeiro, o argentino Filpo Nunes, o então treinador da equipe do Parque Antárctica.
 
A arbitragem do jogo foi de Eunápio de Queiroz.
 
O Brasil (Palmeiras) jogou com: Valdir (Picasso), Djalma Santos, Djalma Dias, Valdemar Carabina (Procópio) e Ferrari. Dudu (Zequinha) e Ademir da Guia.
Julinho (Germano), Servílio, Tupãzinho (Ademar Pantera) e Rinaldo (Dario).
 
Gols: Germano, Rinaldo e Tupãzinho.
 
A partida, com certeza, entrou para a galeria de grandes feitos desse clube de tantas glórias no futebol brasileiro e que tanto orgulha os seus torcedores.
 
Acompanhe mais histórias de Victor Kingma em seu site.
Tags: história , Setor Técnico , seleçao brasileira
0 Comentário
Comentar
Não há comentários cadastrados.

UNIVERSIDADE NO FACEBOOK

©2013 Universidade do Futebol