Universidade do Futebol

Bruno Baquete

11/09/2011

Caderno de treino criado pelos leitores: atividades para se marcar à zona

Na coluna “A marcação por zona” do último dia 4, apresentei os conceitos teóricos referentes a esse tipo específico de marcação que dá título ao texto.

No final da mesma, fiz a sugestão de que vocês me enviassem atividades práticas para o desenvolvimento desse conteúdo e neste domingo publicarei algumas dessas situações criadas por vocês!

Gostaria de primeiramente agradecer a todos! Recebi muitos e-mails, consegui trocar informações valiosas e fiquei muito satisfeito com o retorno que me deram.

Como não houve a possibilidade de publicar todas as atividades, peço desculpas aos leitores que não terão suas ideias apresentadas neste momento, mas vi que muitas delas serão úteis em outras oportunidades. Além disso, fechei a coluna na quinta-feira pela manhã, e as atividades enviadas posteriormente não puderam ser verificadas a tempo.

Abaixo, compartilho as cinco atividades selecionadas para o desenvolvimento da marcação à zona:

Atividade 1

Rafael de Oliveira – Estudante – Brasil

Descrição

– Atividade de 4 X 4, em que o objetivo é a proteção do espaço demarcado e dos cones.
Regras e Pontuação
– Se a equipe derrubar os cones, marca 1 ponto.
– Se algum jogador da equipe conseguir entrar na área demarcada (atrás da linha tracejada vermelha) com a bola dominada, marca 1 ponto e o jogo não para.

Atividade 2

Aparecido Terrazan – Coordenador de Escola de Futebol – Brasil

Descrição

– Atividade de 4×2, em que o objetivo da equipe com inferioridade numérica é proteger o espaço demarcado; já a equipe com superioridade numérica deve receber um passe dentro do mesmo.

Regras e Pontuação

A equipe de dois jogadores deve proteger o espaço demarcado (losango demarcado pelas linhas tracejadas vermelhas) e marca ponto quando recuperar a posse de bola dentro do mesmo.
– A equipe de quatro jogadores marca ponto quando um jogador receber um passe dentro do espaço demarcado (losango demarcado pelas linhas tracejadas vermelhas).


 

Atividade 3

Claudio Lobo – Treinador – Brasil

Descrição

Atividade de 6×6, em que o objetivo das equipes é proteger os golzinhos e os cones nas laterais.

Regras e Pontuação

– Se equipe fizer gol no golzinho adversário, marca 1 ponto.
– Se equipe derrubar o cone nas laterais do campo, marca 1 ponto.

 

Atividade 4

Pedro Bacelar – Treinador – Portugal

Descrição

– Atividade de 7 + Goleiro X 7 + Goleiro, em que o objetivo é proteger os gols (pequenos nas laterais e o oficial com a presença de goleiros) e criar superioridade numérica na região onde se encontra a bola para poder recuperá-la.

Regras e Pontuação

– Nas faixas laterais, a equipe que estiver sem a posse de bola só pode tentar recuperá-la se houver 2 ou mais jogadores dentro desta área.
– Se equipe que estiver com posse de bola fizer um passe completo por dentro dos golzinhos para um companheiro da equipe, marca 1 ponto e o jogo continua.
– Se equipe fizer o gol no gol oficial protegido pelo goleiro, marca 2 pontos.


Atividade 5

Felipe Neves – Preparador Físico – Brasil

Descrição

– Atividade de 7 X 5 + Goleiro, em que o objetivo da equipe com desvantagem numérica é realizar uma marcação zonal impedindo que o adversário chegue até a área demarcada. Já a equipe com superioridade numérica deve proteger os golzinhos e buscar chegar até a área demarcada para realizar a finalização.

Regras e Pontuação

– Defesa não pode entrar na área demarcada. Se algum jogador da equipe com superioridade numérica receber um passe em profundidade dentro do espaço demarcado, ele poderá enfrentar o goleiro em uma disputa 1X1 sem o auxílio de outros jogadores.
– Equipe com inferioridade numérica marca ponto se fizer o gol nos “golzinhos” adversários.
– Equipe com superioridade numérica marca ponto se fizer o gol no gol oficial protegido pelo goleiro.

 
 

Obrigado pela contribuição e até a próxima!

Para interagir com o autor: bruno@universidadedofutebol.com.br

Comentários

Deixe uma resposta