Universidade do Futebol

Gustavo D’Avila

18/12/2014

Pensando melhor e prevenindo lesões

Muitos já devem ter conhecido o estudo feito pelo Dr. Masaru Emoto, no qual ele sugere que nossos pensamentos e palavras podem influenciar nosso corpo físico e o ambiente ao nosso redor. Pois bem, este pesquisador e cientista japonês, buscou provar o poder da mente humana e seus experimentos aparentemente não deixam dúvidas.

Um dos experimentos que compartilho aqui nesta coluna chama-se a mensagem da água, no qual ele submeteu moléculas de água a diferentes sentimentos humanos, pensamentos e até músicas. Com o uso de equipamentos especiais ele conseguiu fotografar posteriormente os cristais de águas e o que cada um destes sentimentos, pensamentos e até músicas podem causar na composição molecular da água. Cada fotografia apresentou formas diferentes, desde aspectos cristalinos até os mais turvos. Agora, se pensarmos que nosso corpo é feito de pelo menos 60% de água, já seria possível refletir sobre como nossos pensamentos podem influenciar nossa fisiologia.

Ainda, podemos ampliar esta reflexão sobre como os nossos pensamentos podem influenciar nossa saúde física. Neste ponto é útil conhecermos brevemente alguns dos conceitos abordados na Cura Prânica, uma antiga ciência e arte de cura desenvolvida pelo Mestre Choa Kok Sui que utiliza o prana ou energia vital, para contribuir na cura do corpo físico. Mas para nossa reflexão o interessante e importante é compreendermos que na cura prânica se pressupõe que algumas doenças aparecem primeiras no corpo de energia que possuímos para depois se manifestarem no nosso corpo físico. Ainda mais, ela contribui mostrando que a mente pode intencionalmente ou não, influenciar o padrão do corpo de energia e consequentemente o corpo físico. Ou seja, o que pensamos pode influenciar nosso corpo, sejam estes pensamentos positivos ou negativos.

Então, com isso podemos imaginar o quanto pensar e agir de forma positiva ou negativa pode influenciar os atletas de futebol em cenários de lesões ou até antes mesmo de que as lesões ocorram no corpo físico. Os atletas de alto desempenho no futebol passam por temporadas com intensidade elevada da prática esportiva, numa sequência elevada de jogos e com tempos de intervalo reduzido entre as partidas, um cenário propício ao surgimento das lesões nos atletas.

E pensem comigo, na ocasião em que as lesões ocorrem quais são os pensamentos que mais pairam nas cabeças dos atletas? Os negativos, é claro! Pois os atletas pensam nas dificuldades para conseguirem retornar à prática esportiva, pensam que irão perder o lugar na equipe titular ou até que talvez não venham mais a ter o desempenho já obtido.

Concluo que apesar de aparentar ser uma tarefa difícil, justamente nestes momentos de lesão, se faz necessário que os atletas pensem positivamente, pois como vimos nesta coluna isto pode contribuir com a aceleração da recuperação de uma lesão e, além disso, pode também contribuir com a prevenção das lesões, uma vez que o próprio atleta pode influenciar seu corpo de maneira adequada através dos pensamentos para conseguir gerir melhor essa equação em busca do equilíbrio mente e corpo na busca pelo alto desempenho esportivo.

E você, o que acha? Até a próxima.  

Comentários

Deixe uma resposta