Categorias
Conteúdo Udof>Artigos

Como Ernesto Guevara de la Serna apropriou-se do esporte como forma de comunicação e liderança na América Latina

Resumo

Este artigo aborda o esporte como meio de comunicação de massa e o modo como ele foi utilizado pela política, a fim de criar uma identidade e conseguir uma aproximação com a população. Para ilustrar essa instrumentalização do esporte, será utilizado o caso do líder político Ernesto Guevara que, além de seu envolvimento políttico, teve uma vasta ligação com o esporte.

Che é conhecido por seu envolvimento com lutas políticas, mas também contribuiu com o desporto. Através da metodologia de revisão de literatura, encontram-se diversas oportunidades em que Ernesto demonstrou a sua paixão pelo esporte, fator que contribuiu para o apoio das pessoas. Guevara tinha asma, uma doença crônica. Por isso, desde pequeno praticou esportes, alguns estudos dão conta de que chegou a praticar vinte e seis modalidades.

Além disso, Ernesto contava com o fator do carisma que estava sempre ligado ao esporte, o que ajudou com a liderança. Os valores do esporte que foram agregados a sua personalidade e a sensação de pertencimento transmitida para a população, foram outros fatores que contribuíram para o exercício da liderança. Assim, a sua relação com o esporte tornou-se conhecida em toda América Latina, proporcionando uma aproximação com a população e refletindo em apoio de seus ideais políticos.

Introdução

A atividade física e o esporte foram incorporados no cotidiano da população. Desde cedo as pessoas são atraídas pelas práticas esportivas e motivadas a participarem, praticando ou acompanhando. Essa ligação com o esporte tomou grandes proporções e despertou o interesse de aproximação por diversas entidades e sistemas. Hoje, pode-se dizer que o esporte se tornou uma fonte de conexão com a população, independente do país e da modalidade esportiva utilizada.

Assim, o papel do esporte na sociedade foi além de um mero passatempo. A grande quantidade de apreciadores do esporte atraiu os olhares daqueles que buscavam uma aproximação com a massa. Nesse contexto, também surgiram as ligações do esporte com as referências políticas ou com determinados sistemas econômicos que buscaram vínculos com eventos e práticas esportivas.

Neste trabalho, o esporte será tratado como meio de comunicação e um instrumento para a política. Para isso serão usados estudos que mostram o avanço do esporte e sua relação com a massa, como uma forma de comunicar-se com todas as classes sociais e em diversos países ao mesmo tempo. A partir dessa evolução do esporte, o trabalho fará uma ligação com a política em que serão apresentadas e exemplificadas as formas como a política se aproximou da população nas últimas décadas.

Com o conhecimento inicial das relações entre esporte, política e massa, será apresentado o caso de Ernesto “Che” Guevara, no qual, possivelmente, o esporte pode tê-lo ajudado na construção de sua imagem pública, por meio do alcance de suas práticas esportivas. Ainda nessa segunda parte, o caso em si, será baseada em informações e livros publicados sobre o esportista Ernesto Guevara, mostrando algumas passagens marcantes do líder político praticando ou apoiando o esporte na América Latina. Uma das possíveis diferenças entre a ligação de Che com o esporte e a ligação de outros líderes políticos seria a prática esportiva, na qual busca-se informações para compreender se esse motivo influenciou no apoio da população, assim como o seu trabalho com a medicina e o social.

Para ler o artigo na íntegra, clique aqui.