Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Eu queria fazer uma retrospectiva de 2006.
Infelizmente, minha memória é péssima.
 
Prometo que pra 2007 eu serei mais cuidadoso e tentarei anotar os acontecimentos que poderão marcar o ano. Tipo o campeonato Sub-20 do Pan.
 
Fica pra próxima.
 
Como fiquei sem assunto, pensei então em escrever uma simulação: “E se todos os clubes do país virassem empresas?”.
 
Ainda que esse seja um ótimo tema, a complexidade é demasiada, especialmente para uma cabeça ainda latejante de festividades.
 
Eu teria que acabar chegando a uma situação tipo a da aviação, que – diga-se – é menos pior que a rodoviária, e isso consumiria tempo e neurônios demais. E, possivelmente, o texto ficaria sem o menor nexo.
 
Eu até comecei uma linha a respeito da estranha situação do futebol inglês, que viu alguns de seus clubes mais importantes mudarem de dono, e o seu mercado de transferências investigado pelo governo. Ninguém sabe exatamente qual a intenção dos novos chefes do futebol inglês, assim como ninguém soube exatamente qual era a intenção do relatório a respeito das transferências, que não descobriu praticamente nada de novo. Acabou em pizza.
 
Não deu em nada.
Assim como a minha intenção de usar isso como tema.
Deletei a linha.
 
Aí eu pensei em escrever uma lista de pedidos para o ano que vem.
Aí eu achei que talvez, nesse espaço, fosse melhor deixar minhas aspirações pessoais de lado e me concentrar apenas no futebol. Então concluí que devia fazer uma lista de pedidos de futebol para 2007. Aí lembrei que, pelo menos até onde eu sei, em Ano Novo não se fazem pedidos, mas sim resoluções.
 
Logo, esqueça a lista de pedidos.
Fiquemos com as resoluções.
 
E a primeira delas é escrever uma coluna melhor que essa.
No caso, escrever uma coluna que pelo menos diga alguma coisa.
 
Então, pra não ficar sem dizer nada, um ótimo 2007, com muita saúde, para você e sua família.
 
Que todas as suas aspirações possam se tornar realidade.
E que todos os seus pedidos de futebol se concretizem.
Que seu time ganhe todos os jogos, ainda que pessoas com times diferentes provavelmente estejam lendo essa coluna.
 

Feliz Ano Novo!

Para interagir com o autor: oliver@universidadedofutebol.com.br

+ posts

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pinterest

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Mais conteúdo valioso