Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Será que conhece futebol quem sabe de cor a escalação do seu time? Ou aquele que sabe as características, fraquezas e virtudes de vários times e jogadores? Ou ainda aquele que conhece todas as suas 17 regras e, além disso, conhece os fundamentos técnicos e táticos do jogo?
 
Afinal, o que é saber de futebol?
 
Seguramente, não é apenas acompanhar o dia-a-dia dos clubes e dos ídolos. Tampouco apenas conhecer os aspectos técnicos, os fundamentos, ou mesmo saber distinguir as diferentes táticas das diferentes equipes.
 
O futebol é mais do que isso. Bem mais.
 
Para compreendermos o futebol é preciso, antes de tudo, perceber que por trás de um atleta há sempre um ser humano. Um ser sensível, emotivo, que chora, que ri, que sente dores e tem, enfim, necessidades biológicas, psicológicas e sociais.
 
É neste sentido que o filósofo português Manuel Sérgio, inspirador de alguns conceitos adotados pelo destacado treinador de futebol José Mourinho, costuma dizer que “quem quiser saber de futebol apenas estudando futebol, jamais saberá o que é futebol”. Isso significa dizer que para entender de futebol, ou melhor, para entender o futebol, não basta conhecer alguns elementos técnicos do jogo, mas sobretudo é preciso buscar a compreensão da complexidade humana e social que está por trás dessa fascinante modalidade esportiva.

Para interagir com o autor: medina@universidadedofutebol.com.br

+ posts

Fundador da Universidade do Futebol

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pinterest

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Mais conteúdo valioso