Conversando sobre “a lógica do jogo de futebol”…

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Olá amigos!
Após um pequeno tempo ausente, retorno aqui para mais uma discussão, em cima do seguinte questionamento: qual é a lógica do jogo de futebol? Bom, como sempre, vale lembrar que a ideia não é conceituar (até porque alguns autores já o fizeram em um espaço muito maior que este). A ideia é debater, provocar, refletir, pensar, conversar…
Buscando algumas referências na literatura, encontraremos autores dizendo que há uma lógica comum a todos os jogos desportivos coletivos. Outros dirão que o futebol tem uma lógica interna específica. Alguns defenderão que cada equipe tem (conscientemente ou não, bem estruturada ou não) sua própria lógica interna de jogo, e que uma equipe deve procurar fazer prevalecer sua própria lógica. Encontraremos muitas informações relacionadas também às maneiras de cumprimento da lógica do jogo de futebol a partir do conhecimento e utilização de suas regras, princípios e referências norteadoras. Recomendo a busca de autores franceses (Gréhaigne), portugueses (Garganta, Castelo) e brasileiros (Scaglia, Leitão, Freire, Daolio) para aprofundar os detalhes conceituais desta questão.
Conversando informalmente com algumas pessoas que transitam no meio futebolístico, fiz a pergunta tema desta coluna, solicitando uma resposta simples de um parágrafo (eu sei, o tema é complexo, mas o fiz de propósito). A ideia era que as respostas viessem de um sistema cognitivo de fácil acesso – responda aquilo que lhe vem na cabeça espontaneamente e de imediato. Foram interessantes respostas. Sem querer generalizar, encontrei algumas ideias similares (na minha interpretação, que fique claro), outras nem tanto. As respostas mais comuns foram “a lógica do jogo de futebol é fazer mais gols do que o adversário” ou “vencer o adversário”. Outros disseram que a lógica do jogo está relacionada com fazer o gol com o menor esforço possível, ou ainda, com o menor número de ações possíveis, ou chegar ao gol de maneira mais óbvia e efetiva. Também ouvi que a lógica do jogo está relacionada aos caminhos que levam ao cumprimento do objetivo do jogo (este sim seria fazer mais gols do que o adversário), e outra muito interessante também, onde a lógica do jogo está diretamente relacionada ao prazer em jogar. Este rápido levantamento não tem cunho científico, era apenas uma busca informal por padrões de respostas imediatas.
Mas para que discutir sobre a lógica do futebol? Seja a lógica interna ao jogo de futebol ou comum a todos os jogos, interna à equipe, relacionada aos meios de cumprir o objetivo do jogo, relacionada ao prazer em jogar, devemos conhecê-la no nosso ambiente para buscar o acesso ao bom jogo. Entre os vários motivos para isso, vou me atentar apenas a dois aqui neste espaço. O primeiro deles é, a partir do conhecimento da lógica do jogo, ter um norte para modulação do treino. Cada sessão de treino, cada detalhe, cada atividade, deve ter como norte a melhora no cumprimento da lógica do jogo, seja ela qual for. Por exemplo, se para efetuar a lógica do jogo devemos fazer mais gols que o adversário, é pertinente sabermos, entre outras várias coisas, como acontece a maioria dos gols no jogo de futebol – regiões de finalizações, melhores regiões e momentos para recuperação da posse, estruturação de espaço para aumentar as chances de fazer o gol, entre outros – e assim estimularmos isso no dia a dia. Outro motivo para conhecermos a lógica do jogo é termos uma diretriz para avaliação do trabalho, e as ferramentas que serão utilizadas para mensurar a performance da equipe.
Conhecer a lógica do jogo e preparar-se adequadamente para seu cumprimento não garante a vitória, infelizmente, por conta de um pequeno detalhe: a imprevisibilidade. Mas sem dúvida, nos aproxima de jogar de maneira bem elaborada e estar mais perto da conquista dos nossos objetivos. A ideia não é simplesmente definirmos a lógica do jogo, até porque simples ela não parece ser. A ideia é pensar, discutir, questionar.
Proponho o seguinte exercício para finalizar. Como sua equipe (que você treina, que você torce) ou a equipe adversária, ou ainda, alguma equipe qualquer de alto nível busca cumprir a lógica do jogo? Que elementos você consegue reconhecer e relacionar com o cumprimento da lógica? Aguardo sua resposta. Escreva para rafael@universidadedofutebol.com.br e vamos debater!
Um grande abraço e até a próxima!

+ posts

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pinterest

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Mais conteúdo valioso