Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O anúncio da contratação do goleiro Bruno realizada no dia 10 de março pelo Boa Esporte gerou uma repercussão imensamente negativa ao clube do interior de Minas Gerais. A reação do público em geral nas redes sociais, torcedores ou não do time, foi de completa indignação.

Bruno foi condenado há 22 anos de prisão em 2010 por assassinato, porém obteve a liberdade provisória em decisão do STF no mês passado. Logo após a sua saída da prisão, o goleiro fez uma declaração que gerou enorme rejeição social ao afirmar que mesmo se ficasse em prisão perpétua, isso não traria a vítima de volta.

O impacto negativo foi tão grande que o clube perdeu cinco patrocinadores nesse intervalo de tempo. As empresas Kanxa, Grupo Gois & Silva, Nutrends Nutrition, Magsul e a Clínica CardioCenter anunciaram o rompimento de contrato no início da semana passada.

Estão inclusos nessa lista os dois principais patrocinadores do clube, sendo a Kanxa responsável pelo fornecimento de material esportivo e o Grupo Gois & Silva pelo patrocínio máster, que possuía o direito de exposição das marcas Dengue Control e Fazendo Ouro Velho no uniforme de jogo. Inicialmente, o Grupo Gois & Silva chegou a apoiar a contratação de Bruno, porém mudou de posição ao ver a repercussão negativa que isso acarretaria para a reputação de suas marcas.

A diretoria do clube argumenta que a contratação de Bruno é, além de uma contratação de um atleta com passagem de sucesso por grandes clubes do futebol brasileiro, também uma forma de ajudar um ser humano que cumpriu pena e que pretende recuperar o seu direito de trabalhar.

Porém, a opinião pública entendeu essa atitude de forma totalmente diferente, enxergando que o Boa Esporte foi oportunista com o objetivo claro de obter visibilidade para o clube. A decisão tomada de forma sem planejamento mostrou-se, até o momento, algo bastante prejudicial e desastrosa para a imagem de todas as partes.

Slider-Site(1)

+ posts

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no pinterest

Deixe o seu comentário

Deixe uma resposta

Mais conteúdo valioso